FEST arranca com cinema ao ar livre na Reitoria da U.Porto

“Getting Fat in a Healthy Way”, de Kevork Aslanyan (Bulgária) é uma das curtas-metragens em exibição. (Foto: DR)

A próxima edição do FEST – Festival Novos Realizadores, Novo Cinema realiza-se entre os dias 19 a 26 de junho, em Espinho, mas os “apaixonados por cinema” terão a oportunidade de começar a festa no próximo fim-de-semana. Nos próximos dias 2 e 3 de junho, sexta-feira e sábado, a Reitoria da Universidade do Porto e o UPTEC PINC servem de palco para sessões de curtas-metragens, conversas sobre cinema e até uma masterclass sobre distribuição de filmes.

“Traz o teu Próprio Almoço” inspira a primeira sessão do FEST WARM UP Porto. Na sexta-feira, a partir das 13h00, os espectadores são convidados a juntarem-se no UPTEC PINC (Praça Coronel Pacheco), durante o almoço, para uma apresentação de cinco curtas-metragens: “En Parmiddag” de Anton Brandt Thykier (Dinamarca),“Lux” de Bernardo Lopes e Inês Malveiro (Portugal), “Passenger” de Andreas Kessler, Stephan Kaempf e Daniela Schramm Moura (Alemanha), “A Whole in my Heart” de Mees Peijnenburg (Holanda), “Larp” de Kordian Kadziela (Polónia).

A partir das 19h00, realiza-se uma masterclass orientada por Filipe Pereira, diretor e fundador do FEST. Com tantos festivais de cinema a nascer, o objetivo da sessão é explicar aos jovens talentos em quais devem participar, quem devem conhecer e como se podem destacar no meio. A entrada é livre, mas sujeita a inscrição, aqui.

A partir das 22h00, o cinema sai fora de portas e leva para a rua thrillers, documentários sobre artistas invulgares, histórias sobre o amor e a loucura está em destaque, numa sessão de entrada livre. A exibição começa com a curta “Empire” (Kristof Hoornaert, da Bélgica), seguindo-se “Considerações sobre fumaça e musgo” (Artur Miranda, do Brasil), “Lobo” (Thiago Busse, também do Brasil) e “Cracks” (Koen van Sande, da Bélgica). A sessão de sexta-feira termina com “Getting Fat in a Healthy Way”, de Kevork Aslanyan, da Bulgária.

A curta “Cágado” estará em exibição no sábado e destina-se ao público mais jovem. (Foto: DR)

O segundo dia do evento é dedicado ao cinema infantil, numa sessão que vive da imaginação dos mais pequenos. O início está marcado para as 15h00 de sábado e arranca com a exibição de quatro curtas-metragens em português: “Cágado”, “Afonso Henriques” e “Menina Gorda”, todos do português Pedro Lino, e “Loopi Gugo”, de João Sousa. Segue-se “Tea Time”, de Thomas Bourret (França), “Fres Boi”, de Cristina Vilches e Paloma Canonica (Espanha) e, por último, “Catch it”, de Coline Moire (França).

Organizado todos os anos em Espinho, o FEST tem por objetivo dar a conhecer o que de melhor o novo cinema mundial tem para oferecer, através do revelação do trabalho de cineastas emergentes. Além da Reitoria da U.Porto, o FEST WARM UP PORTO irá ter sessões no Cinema Trindade, FNAC de Santa Catarina, e ainda nos comboio urbanos entre S.Bento e Aveiro. O programa completo do FEST WARM UP PORTO pode ser consultado aqui.