Faculdade de Belas Artes homenageia Júlio Resende

Exposição “Mar Novo” é inaugurada no ano em que se assinala o centenário do nascimento de Júlio Resende (Foto: Lugar do Desenho)

Mar Novo é o título da próxima exposição a visitar no Pavilhão de Exposições da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP). No ano em que se assinala o centenário do nascimento de Júlio Resende, a exposição revisita o projeto, nunca construído, vencedor do concurso internacional de 1954 para o o Monumento ao Infante D. Henrique, em Sangres. A exposição, promovida por aquela que foi a escola de Júlio Resende, abre ao público no dia 17 de novembro, sexta-feira.

Inovador na conceção e nas soluções artísticas e técnicas, o projeto “Mar Novo” contou com o contributo de Júlio Resende, mas também do escultor Barata Feyo e do arquiteto João Andresen. Nesta exposição, são apresentadas várias peças que constituíram o projecto vencedor nas suas múltiplas valências, integrando elementos originais da proposta que Júlio Resende desenvolveu para o projeto colaborativo de obra pública.

Nascido em outubro de 1917, Júlio Resende formou-se, em 1945, na Escola de Belas Artes no Porto – antecessora da FBAUP – onde mais tarde deu aulas, entre 1958 e 1987.

A exposição estará aberta ao público até 3 de março de 2018, de terça a sábado, entre as 14h30 e as 18h30.

A entrada é livre.