FBAUP festeja 234 anos de ensino artístico no Porto

Obra de Leonardo da Vinci

A FBAUP resulta de um conjunto de experiências formativas que fazem dela uma referência na história da arte portuguesa dos últimos dois séculos.

O sociólogo António Barreto vai estar no próximo dia 17 de fevereiro, na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP), na qualidade de orador convidado da sessão solene do Dia da FBUP, evento que serve para assinalar o 234º aniversário do ensino artístico na cidade do Porto.

Aberta a toda a comunidade académica, a cerimónia tem início marcado para as 17h00, na Aula Magna da Faculdade e terá como ponto alto a  “Conferência Arte, Ciência, Educação e Sociedade” protagonizada pelo investigador emérito do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.  Para além de António Barreto, terão ainda a palavra, ao longo da tarde, Francisco Laranjo, Diretor da FBAUP, e o Reitor da U.Porto, José Carlos Marques dos Santos.

A entrega dos prémios de Aquisição da Exposição de Finalistas da Licenciatura em Artes Plásticas e Licenciatura em Design de Comunicação, e a atribuição do Certificado de Mérito diplomados melhor classificados nos Ciclos de Estudo da FBAUP no ano letivo 2012/13, marcam ainda este dia festivo, que contará com a atuação musical dos guitarristas Cristina Bacelar e Francisco Almeida.

A “festa” da FBAUP prolonga-se, contudo, para além da sessão solene. Logo pelas 15h00, os docentes Cláudia Amandi, Mário Bismarck, Paulo Cunha e Silva e Vítor Silva juntam-se ao curados e ensaísta Delfim Sardo (também professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa) numa Mesa Redonda intitulada “Perspetivas Projeto Atlas: Gabinete de Desenho & Gravura da FBAUP”, seguida do lançamento do catálogo da exposição “Ver, Fazer, Pensar, Editar”. Para o final da tarde (18h15) está também agendada uma homenagem a João Dixo, traduzida na apresentação de uma exposição evocativa da obra do artista na Galeria do Átrio.

programa completo do Dia da FBAUP pode ser consultado aqui.

A história da FBAUP

Com origens na Aula de Desenho e Debuxo, iniciada em 1780, a Faculdade de Belas Artes da U.Porto resulta de um conjunto de experiências formativas e artísticas que fazem dela um ator de referência na história da arte portuguesa dos últimos dois séculos. Deste processo histórico, destaca-se a criação, em 1836, da Academia Portuense de Belas Artes, que oferecia aulas nas áreas da Pintura, Escultura, Arquitetura e  Desenho. Ainda no século XIX, a Academia dá origem à Escola Portuense de Belas Artes e, a partir de 1950 ascende a Escola Superior de Belas Artes (ESBAP), nome incontornável no ensino artístico em Portugal no século XX.

Em 1979, o curso de arquitetura ganha autonomia e dá origem à Faculdade de Arquitectura na Universidade do Porto. Em 1994, também a ESBAP passa a fazer parte da U.Porto e a designar-se por Faculdade de Belas Artes, mantendo-se em funcionamento no Palacete Braguinha, um antigo palacete do século XIX que acolhe o ensino das Belas Artes desde 1928.