Faculdade de Letras atribui medalha de ouro a Gonçalo Vilas-Boas

IMG_4871 (2)(1)No próximo dia 3 de dezembro, a Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) vai entregar a medalha de ouro a Gonçalo Vilas-Boas, professor da instituição que se jubilou no passado dia 25 de abril.

Gonçalo Vilas-Boas é professor catedrático jubilado, na área de literatura de expressão alemã. Foi Coordenador Científico do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa (ILCML) entre 1999 e 2015 e Diretor do Mestrado em Estudos de Teatro, onde também tem lecionado e orientado trabalhos e dissertações sobre Strindberg.

Escreveu vários artigos sobre autores de língua alemã, como Robert Walser, Franz Kafka, Annemarie Schwarzenbach, Max Frisch, Friedrich Dürrenmatt, Patrick Süskind, Urs Widmer, Hugo Loetscher, Christian Kracht, Lukas Bärfuss, Martin R. Dean, Peter Stamm.

As suas áreas de investigação incluem aa literatura suíça de expressão alemã desde 1900, o labirinto minóico na literatura e a sua evolução mitocrítica. A literatura de viagens a partir de 1900 tem estado também no centro das atenções, nomeadamente viagens ao Irão e ao Médio Oriente e à Patagónia. Tem também trabalhado sobre o romance policial de língua alemã.

A nível de estudos de teatro tem trabalhado e lecionado sobre Strindberg, Ibsen e Dürrenmatt. É membro de dois grupos de investigação: um sobre a representação literária na literatura alemã contemporânea, em Gotemburgo (Suécia) e dois, a nível europeu, sobre literatura suíça, nomeadamente o GEDL. Publicou três livros com textos de e sobre Annemarie Schwarzenbach e Literatura Alemã III da Universidade Aberta. Organizou também uma antologia do conto suíço (Histórias de Encontros e Desencontros, Porto, Afrontamento, 1991) e outra do conto nórdico (A Luz que Vem do Norte, Porto, Afrontamento, 2004).

A homenagem terá lugar às 17h30, no anfiteatro nobre da FLUP.