Faculdade de Engenharia discute o Progresso do Porto no séc. XIX

Na sessão serão destacados modelos didáticos de cinemática de Reuleaux (imagem: D.R.)

É a sexta sessão do ciclo de palestras ‘Materialidades da Polytechnica’, acontece esta quarta-feira, dia 8 de novembro, às 18h00, na Sala Prof. Doutor Vasco Sá da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e vai partir da coleção de modelos didáticos de cinemática de Franz Reuleaux, na altura pertencente ao gabinete de cinemática da Academia Politécnica.

Intitulada “O Progresso do Porto”, esta sessão refere-se ao período de 1890 a 1900, momento de especial interação entre a cidade e a academia e de desenvolvimento tecnológico e seus contextos de evolução.

Leonor Botelho, docente do Departamento de Ciências e Técnicas do Património da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, acompanhada de Francisca Vasconcelos, estudante desta mesma Faculdade e Paulo Tavares de Castro, professor catedrático do Departamento de Engenharia Mecânica da FEUP são os oradores convidados da sessão. Os contributos da docente e da estudante da FLUP vão incidir na relação entre a evolução urbana e a Academia enquanto que Paulo Tavares de Castro fará uma exposição sobre o progresso na Engenharia Mecânica no final do séc. XIX.

Com entrada é livre e gratuita, esta sessão está integrada num ciclo alargado de sessões comemorativas dos 180 anos da criação da Academia Politécnica do Porto, que, tendo começado em junho, decorrem às quartas-feiras, ao longo dos meses de outubro, novembro e dezembro, altura do fecho das comemorações. O ciclo é dedicado aos acervos do MHNC-UP, dos museus da FEUP, do ISEP e do ISCAP, e ainda ao Arquivo e Fundo Antigo da U.Porto.

O programa completo da iniciativa pode ser consultado aqui.