Excelência Pedagógica premiada pela U.Porto

Prémio de Excelência PEdagógia 2016, José Fernando Gonçalves

O projeto de José Gonçalves debruça-se sobre as potencialidades da utilização de novas tecnologias de comunicação na sala de aula. (Foto: FADEUP)

José Fernando Gonçalves, professor do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto (ICBAS) é o vencedor do Prémio de Excelência Pedagógica 2016. O prémio, anunciado esta sexta-feira, após a audição pública dos três finalistas, visa reconhecer a excelência da prática pedagógica realizada pelos professores da Universidade do Porto.

José Gonçalves apresentou-se a concurso com o projeto “Impulsionar o sucesso educativo com recurso a práticas inovadoras no domínio das TIC e à articulação estratégica dos métodos pedagógicos”, que vem implementando nas unidades curriculares Engenharia e Maneio Aquacultura (EMA) e Tratamento de Água e Efluentes (TAE) da Licenciatura em Ciências do Meio Aquático do ICBAS.

O projeto vencedor debruça-se sobre as potencialidades da utilização de novas tecnologias de comunicação na sala de aula, nomeadamente a plataforma de e-learning Moodle U.Porto, que mostrou ser um complemento eficaz às aulas presencias através da disponibilização de conteúdos interativos. Por outro, a experiência demonstrou a importância do desenvolvimento de parcerias com empresas e instituições em contexto de sala de aula, de forma a alargar a integração entre academia e indústria e promover a aplicação prática dos conceitos lecionados.

Para José Gonçalves “a utilização de estratégias pedagógicas e recursos diversificados permite cumprir metas de aprendizagem e competências a diferentes níveis, muito par além da disseminação do conhecimento”. Prova disso é o facto de as avaliações finais das unidades curriculares em estudo apresentaram 100% de aprovação nos últimos três anos, demonstrando a relevância do “desenvolvimento da aprendizagem com a participação dinâmica dos estudantes”, sustenta o docente do ICBAS e investigador do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto (CIIMAR).

Os projetos finalistas ao Prémio de Excelência Pedagógica 2016 foram apresentados em sessão pública no Auditório Alberto Amaral da Faculdade de Desporto da U.Porto (FADEUP). Para além do projeto vencedor, foram ainda apresentados os projetos “Um Modelo de Ensino-Aprendizagem com avaliação individual, distribuída e formativa para grandes grupos de estudantes”, de José Fernando Oliveira, Maria Antónia Carravilla e Manuel Pina Marques (FEUP), e “Construção 2.0 – Novas e velhas matérias na sala de aula”, de Carlos Nuno Lacerda Lopes (FAUP).

Prémio de Excelência Pedagógia 2016

Os projetos finalistas ao Prémio de Excelência Pedagógia 2016 foram apresentados na FADEUP (Foto: FADEUP)

José Fernando Oliveira, Maria Antónia Carravilla e Manuel Pina Marques são docentes da Faculdade de Engenharia e propuseram a alteração do modelo clássico de aulas teóricas e práticas para um modelo de uma única aula com uma componente colaborativa muito significativa. Esta abordagem caracteriza-se ainda pela utilização de uma avaliação distribuída, através de micro-testes semanais e de feedback sobre o desempenho dos estudantes, o que aproxima a avaliação ao momento da aprendizagem. O novo modelo apresentado pelos docentes resultou numa maior participação e envolvimento nas aulas por partes dos estudantes e num aumento significativo das notas da avaliação distribuída.

Já Carlos Nuno Lacerda Lopes apresentou o trabalho que vem desenvolvendo na unidade curricular “Construção 2” no Mestrado Integrado de Arquitetura da Faculdade de Arquitetura, onde adotou um modelo pedagógico baseado no “Project Based Learning”. Este consiste na “introdução de dinâmicas de aprendizagem colaborativas, conceptuais e oficinais, num processo de interação permanente, em turma, na escola e na sociedade”, explica o docente, sobre um projeto que “tem evidenciado resultados notáveis e contribuiu para o posicionamento da Escola do Porto nos primeiros lugares dos rankings internacionais”.

Com um valor pecuniário de 5.000 euros, o Prémio de Excelência Pedagógica da U.Porto vai ser entregue no dia 22 de março, durante a cerimónia comemorativa do Dia da Universidade do Porto 2016.