Estudantes internacionais do Porto celebram Magusto na Universidade

magusto

A tradição do Dia de S.Martinho vai ser o pretexto para o convívio entre estudantes de todo o mundo. (Foto: Egídio Santos / U.Porto)

É uma tradição incontornável nesta altura do ano e o Porto prepara-se para partilhá-la com os estudantes de mobilidade – portugueses e estrangeiros – das três maiores instituições ensino superior da cidade. Juntem-se uns quantos quilos de castanhas, regue-se com vinho q.b. e está feita a receita do Magusto Internacional que, no próximo dia 18 de novembro, vai servir de ponto de encontro para cerca de 700 estudantes internacionais da Universidade do Porto, do Instituto Politécnico do Porto (IPP) e o Centro Universidade Católica Portuguesa – Porto (UCP).

Organizada pela Câmara Municipal do Porto, em parceria com a U.Porto, o Instituto Politécnico do Porto, a UCP– Porto, a Erasmus Student Network Porto (ESN Porto) e a Federação Académica do Porto (FAP), esta iniciativa tem como grande objetivo proporcionar momentos de convívio e intercâmbio cultural, entre os estudantes de todo o mundo que escolheram o Porto para estudar e/ou realizarem atividades de investigação ao abrigo de programas internacionais de mobilidadeA estes irão ainda juntar-se os estudantes da U.Porto que vão realizar um período de mobilidade noutro país durante o 2º semestre deste ano e que, ao longo da tarde, estarão na Reitoria para participar numa sessão de preparação das suas mobilidades.

magusto_internacional_2013

Evento vai ser animado com atuações do Grupo de Fados do IPP e do Núcleo de Etnografia e Folclore da U.Porto (Foto: Egídio Santos / U.Porto)

Com início previsto para as 16h00, na Praça Gomes Teixeira, o “menu” do Magusto vai incluir atuações musicais do Grupo de Fados do IPP e do Núcleo de Etnografia e Folclore da Universidade do Porto (NEFUP).

Recorde-se que, só no primeiro semestre deste ano letivo (não estão contabilizados os estudantes que vão chegar no segundo semestre), perto de 1200 (1195) estudantes oriundos de 71 países distintos – estão a cumprir um período de estudos nas 14 faculdades da U.Porto. Brasil, Espanha, Itália , Polónia e Alemanha são as nacionalidades mais representadas num grupo dominado pelos estudantes europeus, mas que conta também com estudantes provenientes de Trindade e Tobago, da República do Congo, do Nepal ou do Cambodja.

Em sentido contrário, mais de mil estudantes (1270) da Universidade vão viver, este ano letivo, uma experiência de mobilidade  em universidades de todo o mundo. Um resultado que reflete a aposta que a U.Porto vem fazendo nos últimos anos ao nível da internacionalização, traduzida no aumento progressivo das oportunidades de formação “além-fronteiras” ao dispor de toda a comunidade académica.