Estudantes do ensino secundário investigam na FFUP

A Mostra de todos os projetos que participaram nesta edição Projeto SEI decorreu na Biblioteca Municipal Almeida Garrett. (Foto: DR)

Realizar a “síntese de nanopartículas de prata e avaliar a ação inibitória em isolados de E.coli resistentes aos antibióticos e na integridade do genoma bacteriano” foi o desafio que levou um grupo de alunos do Agrupamento de Escolas Rodrigues de Freitas à Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto (FFUP), no âmbito da edição de 2017 do Projeto SEI – Sociedade, Escola e Investigação, uma iniciativa promovida e desenvolvida pelo Município do Porto, em parceria com instituições de ensino superior e escolas do 3º ciclo / secundárias.

O tema proposto para a edição de 2017 do Projeto SEI teve em conta a realidade preocupante da resistência aos antibióticos, um problema de Saúde Pública que a assembleia geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) considerou uma ameaça global.

Foi neste contexto que, entre os meses de janeiro e abril, os estudantes tiveram a oportunidade de realizar um projeto de investigação que passou por três laboratórios da FFUP, e entrar em contacto com a realidade da investigação que se realiza diariamente em Farmácia.

Os trabalhos desenvolvidos pelos estudantes tiveram como tema comum a resistência aos antibióticos, problema que a OMS considerou ser uma ameaça global. (Foto: DR)

O projeto teve início no Laboratório de Química Aplicada onde, sob supervisão do Professor João Prior, os estudantes realizaram a síntese de nanopartículas e sua caracterização. Numa segunda fase, com a orientação da Professora Helena Ferreira, os estudantes deslocaram-se ao laboratório de Microbiologia para estudar a ação inibitória das nanopartículas de prata sintetizadas, em isolados bacterianos – E.coli –  resistentes aos antibióticos. A terceira fase e última do projeto de investigação decorreu no laboratório de Bioquímica sob orientação da Professora Margarida Borges, onde os estudantes puderam avaliar os efeitos das nanopartículas de prata na integridade do genoma bacteriano.

A abordagem integrada conferida ao projeto teve como objetivo demonstrar aos estudantes a realidade da investigação científica pluridisciplinar desde a síntese de produtos, à verificação e interpretação do seu efeito inibitório em sistemas biológicos, com vista à aplicação em soluções alternativas ao uso de antibióticos.

A Mostra de todos os projetos que participaram nesta edição Projeto SEI decorreu nos dias 3 e 4 de maio na Biblioteca Municipal Almeida Garrett. Ao longo dos dois dias do evento, os estudantes expuseram os projetos desenvolvidos com as instituições de acolhimento, especificando os principais aspetos do trabalho desenvolvido e as conclusões obtidas.