Estudantes de doutoramento na FCUP vencem prémios internacionais

Daniel Silva, João Caetano e Marisa Freitas foram os três estudantes distinguidos.

Três estudantes de programas de doutoramento lecionados na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) venceram, recentemente, prémios internacionais pelo trabalho que desenvolvem na sua respetiva área de conhecimento.

Daniel Silva, estudante de doutoramento em Física da FCUP, foi distinguido no passado dia 26 de julho, em Bolonha, durante a International Conference on Defects in Semiconductors, com o prémio Corbett. Este galardão, que toma o nome a um dos pioneiros na área dos defeitos em semicondutores conhecido também por incentivar a investigação por parte dos mais jovens, é destinado a investigadores de excelência (com menos de 35 anos) que apresentem trabalhos naquela conferência internacional.

João Dias Caetano, também doutorando em Física, recebeu o John Brodie Memorial Award, atribuído pelo Perimeter Institute, um dos mais prestigiados centros de investigação na área da Física teórica. Na nota de atribuição do prémio, o Perimeter Institute releva a “independência” demonstrada pelo trabalho feito no paper vencedor “χ Systems for Correlation Functions”, salientando o facto de ter sido o primeiro trabalho publicado sem supervisão. Pedro Vieira, membro deste instituto e um dos orientadores deste estudante, afirma que “este é um trabalho importante na área. Seria um paper relevante para alguém em qualquer ponto da sua carreira, sendo particularmente impressionante que seja um escrito por estudantes – e o primeiro escrito sem supervisão.”

Também Marisa Freitas, estudante de doutoramento em Ciência e Tecnologia do Ambiente foi distinguida com o prémio de Melhor Apresentação Oral, no 3 º Congresso Ibérico de Cianotoxinas, que decorreu de 10 a 12 de julho, em Blanes, Espanha. No trabalho premiado, a também investigadora do CIIMAR desenvolveu um estudo experimental sobre o impacto de duas cianotoxinas  na qualidade nutricional da alface.