Estudantes da U.Porto vão poder estagiar em empresas europeias

Consórcio inserido nos Estágios Erasmus foi apresentado a 12 de março, na Reitoria da U.Porto

A Universidade do Porto está a dar a oportunidade aos seus estudantes em final de ciclo de estudos de realizarem um estágio curricular em empresas internacionais europeias para regressarem depois a Portugal com uma experiência útil para o currículo  profissional e ingressar numa das 20 empresas portuguesas que integram um novo consócio integrado nos Estágios Erasmus.

Apresentada no passado dia 12 de março,  no Salão Nobre da Universidade do Porto (edifício da Reitoria),  esta iniciativa enquadra-se nos projetos europeus de mobilidade estudantil em estágios financiados pela União Europeia e tem como grande objetivo fortalecer as relações entre as Universidades e o sector empresarial. Pretende-se ao mesmo tempo facilitar a realização de estágios profissionais a estudantes em contexto real de trabalho e proporcionar uma experiência de trabalho, em contexto profissional, num país europeu.

“Trata-se de uma cooperação entre instituições de ensino superior e empresas, em que estas podem acolher estagiários estrangeiros aqui ou colocar em formação nas suas filiais europeias estudantes portugueses, podendo depois integrá-los nos quadros”, explicou Albino Oliveira, do serviço de Relações Internacionais da U.Porto, em declarações ao Jornal de Notícias.

A participação da U.Porto neste consórcio tem sido, de resto, marcada pelo sucesso. Nas edições anteriores do projeto, a Universidade conseguiu colocar todos os estudantes que se candidataram ao programa, mais de 200 dos quais apenas em 2011/2012.

O seminário organizado pela U.Porto integrou-se num ciclo de seminários sobre os Estágios Erasmus, promovido pela Agência Nacional PROALV, que tem como objetivo alargado debater este novo tipo de Mobilidade de Estudantes. A sessão contou com a presença de representantes de instituições empresas nacionais incluídas no projeto, como o presidente da Associação Empresarial de Portugal, José António Barros, o vice-presidente da Câmara Municipal do Porto, Vladimiro Feliz, ou o CEO da Cinclus, Miguel Braga da Cruz.

Podem obter mais informações (candidaturas, instituições envolvidas, etc.) sobre os Estágios Eramsus aqui ou junto do serviço de Relações Internacionais da Universidade do Porto.