Estudantes da U.Porto no topo da ginástica acrobática mundial

Joana Patrocínio e Susana Pinto, ginastas

Joana Patrocínio e Susana Pinto fizeram parte do grupo vencedor da edição portuguesa do programa Got Talent em 2015. (Foto: DR)

Joana Patrocínio está no 2.º ano da licenciatura em Ciências da Comunicação e Susana Pinto frequenta o 2.º ano do curso de Medicina Dentária. As duas são estudantes da Universidade do Porto e, juntamente com Jessica Correia, compõem o trio sénior de ginástica acrobática que venceu a classificação final do circuito das Taças do Mundo de Ginástica Acrobática na categoria d trios femininos), tendo ficado classificado no 1º lugar do Ranking Mundial, concluídas que estão as três etapas desta competição anual.

O resultado obtido pelo trio do Acro Clube da Maia (ACM) na segunda etapa da Taça do Mundo, na Maia (2.º lugar com uma diferença de 0,01 para o primeiro) foi fundamental para as ginastas chegarem ao final das competições de 2016 em primeiro lugar. Na história da Ginástica Acrobática lusa, é o segundo grupo a conseguir alcançar a meta mais elevada do circuito mundial de Taças do Mundo.

No final da terceira e última etapa, que se realizou recentemente na Polónia, o trio feminino sénior composto pelas duas alunas da Universidade do Porto somava 37 pontos, ficando assim à frente do trio do Azerbeijão, que alcançou um total de 36 pontos. Em abril deste ano, estas ginastas tinham chegado à liderança (provisória) do ranking e terminam agora as competições de 2016 em primeiro lugar.

As três ginastas, treinadas por Úrsula Martins, Lourenço França e João Ferreira, já conquistaram vários prémios e lugares de destaque. Entre eles incluem-se os títulos nacionais obtidos em 2015 e 2016, o 5.º lugar no Campeonato da Europa 2015, o 7.º lugar nos Jogos Europeus 2015, o 2.º lugar da Taça do Mundo de Ginástica Acrobática 2016 na Maia e o 6.º lugar nos Campeonatos do Mundo 2016. A juntar a este feitos históricos, junta-se ainda o apuramento para os World Games 2017. Pelo meio, integraram ainda o grupo ArtGym Company, vencedor da edição portuguesa do programa Got Talent em 2015.

«O início não foi fácil e houve obstáculos que tivemos de ultrapassar até conseguirmos o equilíbrio e a estabilidade necessária para conseguirmos estes sucessos. Mas depois de uma época dura, mas muito boa – fomos Campeãs Nacionais, vencemos o Got Talent, fomos aos Jogos Europeus de Baku… -, sabíamos que era possível lutar por um bom lugar no ranking mundial», explica a Susana Pinto.

Para o treinador, Lourenço França, «chegar ao final do ano no primeiro lugar do ranking mundial é fantástico. Se somarmos este lugar ao apuramento que estas ginastas conseguiram para Portugal nos próximos World Games – que são os Jogos Olímpicos das modalidades não-olímpicas -, tem sido uma época incrível».