Estudantes da FLUP escolhidos como “Jovens Embaixadores da Justiça Global”

IMG_0512

Jovens Embaixadores da Justiça Social Global portugueses.

O projeto “Desafiar a Crise – Promover a Justiça Global e o Envolvimento dos Cidadãos em Tempos de Incerteza” selecionou em Portugal 20 Jovens Embaixadores da Justiça Social Global para promover e divulgar atividades de educação para a cidadania global ao longo dos próximos dois anos, juntamente com uma comunidade de jovens de outros cinco países europeus em crise, Espanha, Itália, Irlanda, Grécia e Eslovénia. 

Os Jovens Embaixadores da Justiça Global destes cinco países europeus propuseram-se a: desenvolver uma campanha sobre um tema relacionado com a justiça social global, a ser escolhido em conjunto por todos os jovens dos 6 países participantes, através do lançamento de uma Iniciativa de Cidadania Europeia (ICE) – a ICE para ser bem-sucedida deverá conseguir 1 milhão de assinaturas no espaço de um ano; participar no Encontro Europeu de Jovens Embaixadores da Justiça Global, que decorreu em Bruxelas, de 5 a 9 de julho de 2014; a participar em seminários online (webinars) com especialistas nos temas de Justiça Social Global; participar na Plataforma Online de troca de experiências do projeto; participar no desenvolvimento de um manual de advocacy para jovens; reunir com decisores políticos a nível nacional (Assembleia da República) e europeu (Parlamento Europeu) e participar na organização de Seminários com ONGD. 

De entre uma centena de candidatos, os jovens escolhidos evidenciaram-se pelo seu extenso empenho em causas sociais, procurando ativamente um mundo mais justo e sustentável. 

Entre os 20 jovens escolhidos encontram-se Francisca Costa, estudante do mestrado em História, Relações Internacionais e Cooperação e Pedro Sousa, estudante do mesmo mestrado e representante dos estudantes no Conselho Pedagógico e no Conselho de Representantes da FLUP. 

Foram ainda escolhidas Tânia Neves (antiga aluna do mesmo mestrado, investigadora do CEAUP) e Ana Luísa (também antiga estudante da licenciatura em Línguas, Literaturas e Culturas). Vários dos restantes participantes também foram ou são estudantes de outras faculdades da Universidade do Porto.

O projeto será levado a cabo até Abril de 2016. Mais informações sobre este projeto aqui.