Estudantes da FAUP estreiam programa de estágios na China

Da esquerda para a direita: Professor Marco Ginoulhiac com Bernardo Ferreira, Maria Li e Juliana Rocha (c) DR

Da esquerda para a direita: Marco Ginoulhiac, professor da FAUP, com Bernardo Ferreira, Maria Li e Juliana Rocha (Foto: DR)

Bernardo dos Passos, Juliana Rocha e Maria Li são os primeiros recém-licenciados e estudantes da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP) selecionados para realizar um estágio de seis meses no atelier chinês A+E Design, em Shenzhen, na China, ao abrigo do protocolo de colaboração em vigor desde junho de 2015 e assente num programa anual de estágios dirigido aos recém-licenciados e estudantes do 5º ano do Mestrado Integrado em Arquitectura (MIArq) da FAUP.

“A possibilidade de estagiar no estrangeiro é uma oportunidade única e enriquecedora que vai de encontro aos meus objetivos profissionais. Enquanto arquiteca, é sempre uma mais valia poder ver e experienciar diferentes formas de projetar arquitetura e, deste modo, desenvolver novas habilidades e técnicas construtivas nesta área”, refere Maria Li de 27 anos, já com o MIArq pela FAUP concluído. Para esta arquiteta, a experiência também irá constituir um “desafio pessoal” e uma oportunidade “para conhecer um mercado de trabalho de uma cultura deveras distinta e, assim, fomentar outras sensibilidades no mundo da arquitetura”.

Juliana Rocha, arquiteta de formação pela FAUP ,de 29 anos, estava em Londres quando soube da existência do protocolo entre a FAUP e o atelier A+E Design. “Vai ser uma experiência única. É uma grande oportunidade estagiar numa empresa como a A+E e do outro lado do Mundo. Conhecer novas culturas, novos modos de vida, novos lugares, tudo isso faz parte do crescimento pessoal de qualquer indivíduo e é importante na formação e prática profissional da arquitetura”. Para Juliana Rocha, trata-se de um grande oportunidade poder realizar este estágio em Shenzhen.

Por fim, Bernardo dos Passos, de 26 anos e atualmente a frequentar o 5º ano do MIArq, soube através de um amigo do protocolo assinado pelo FAUP e considera que o estágio var ser “um bom desafio, faz-nos sair da nossa zona de conforto. Espero que este estágio possa abrir novas portas no futuro, mas estou confiante que acima de tudo vai ser uma boa experiência”.

O protocolo de colaboração com o atelier chinês A+E Design foi formalizado com a FAUP a 1 de junho de 2015 e prevê a seleção, por ano, de três a cinco estudantes da FAUP, para a realização de estágios no atelier A+E Design, localizado na cidade de Shenzhen, na China, com a duração mínima de 3 meses e a máxima de 6 meses. Os estágios serão remunerados e incluem subsídio de estadia e alimentação.

Recorde-se que em dezembro de 2015, na sequência do protocolo estabelecido com o atelier A+E Design, a FAUP participou na Bienal Bi-citadina de Arquitectura e Urbanismo de Shenzhen e Hong Kong 2015 – UABB 2015 (SZ): Shenzhen-Hong Kong Urbanism / Architecture Bi-City Biennale -, na China, com a Exposição “The City, the School and the Masters”. A participação da FAUP, coordenada pelos arquitetos e docentes Ana Neiva e Marco Ginoulhiac, contou com o apoio institucional da Câmara Municipal do Porto e do Atelier A+E Design.

Mais informações aqui.