Estudante da FEUP vence prémio internacional em Computação Quântica

Miguel Ramalho conquistou um prémio no valor de 6000 euros. (foto: D.R.)

Miguel Ramalho, estudante do 4.º ano do Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação (MIEIC) da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), foi o grande vencedor do prémio ‘IBM Q Teach Me Quantum’, iniciativa que desafia à criação de raiz de um curso em Computação Quântica que integre as ferramentas desenvolvidas pela IBM nos últimos anos.

‘Teach Me Quantum’ (Ensina-me Quântica) foi o nome do projeto que valeu o primeiro lugar ao estudante da FEUP e consiste num curso de 10 semanas de nível universitário acessível a qualquer estudante, mesmo sem conhecimentos anteriores na matéria.

Miguel Ramalho, também investigador do Laboratório de Inteligência Artificial e Apoio à Decisão (LIAAD) do INESC TEC, criou todo o material de apoio, que pretende ser a ‘porta de entrada’ ao tema da Computação Quântica. Dividido por ‘semanas’ que correspondem a módulos de aprendizagem, o curso começa com a partilha de conceitos e instrumentos gerais da Quântica em geral e segue depois para material mais técnico e específico como os algoritmos, portais, factorização e programação.

O curso proposto pelo estudante pretende servir de apoio tanto a docentes que lecionem disciplinas presencialmente, como para autodidatas que pretendam aprender e/ou saber mais sobre o tema.

O galardão consistiu num prémio monetário de 7000 dólares (cerca de 6000 euros) e Miguel não esconde o orgulho sentido: “É bom saber que não estamos limitados aos conteúdos do curso e ver isso reconhecido”.

Computação Quântica: o que é?

A Computação Quântica consiste numa abordagem disruptiva que resolve problemas computacionalmente e tirando partido das características da física quântica. Esta abordagem tem um potencial enorme no que toca à resolução de problemas – resumidamente, consegue resolver questões que a computação clássica já não consegue.