Estudante de MBA da Porto Business School entre os melhores do mundo

Pedro Correia da Silva

Pedro Correia da Silva pretende “desenvolver competências e criar soluções que possam ter impacto na vida das empresas”. (Foto: Expresso)

Pedro Correia da Silva, antigo estudante da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e da Porto Business School, onde frequentou o The Magellan MBA, é o único português entre os seis finalistas do “MBA Student of the Year Award 2015”, o prémio da AMBA – Association of MBA que distingue anualmente os melhores estudantes de MBA do mundo.

Licenciado em Engenharia Mecânica pela FEUP, membro da equipa de consultores da McKinsey & Company e atual investigador do programa MIT Portugal nos domínios da eficiência energética, sistemas de energia e sustentabilidade, Pedro Correia da Silva, de 32 anos, encontrou na escola de negócios da U.Porto e no The Magellan MBA a oportunidade de alargar conhecimentos no campo da gestão das empresas. Um percurso multifacetado – que inclui ainda a participação como voluntário em vários projetos de cariz social do Grupo de Ação Social do Porto (G.A.S. Porto), sediado na FEUP –  que não passou despercebido à principal associação internacional de MBAs, que o incluiu no grupo restrito dos melhores do mundo.

“A nomeação para este prémio é sustentada pela capacidade de integrar competências de diferentes dimensões da minha vida académica, profissional e social, de forma a criar impacto e ter sucesso noutros contextos, o que foi provavelmente diferenciador relativamente a outros candidatos”, revela Pedro, em entrevista ao Expresso.

Através da atribuição do MBA Student of the Year Award,  a AMBA tem como objetivo identificar os futuros líderes de organizações de topo, nomeadamente gestores que aliam a solidez dos conhecimentos a um registo académico de excelência, uma proatividade acima da média e um acelerado ritmo de progressão profissional. Satisfeito com a nomeação, Pedro Correia da Silva aponta como objetivo para o futuro “desenvolver competências e criar soluções que possam ter impacto na vida das empresas”.

Se vencer o galardão, o estudante portuense vai suceder a Marta Cunha, também ela antiga estudante da Porto Business School, onde frequentou o MBA Executivo no ano letivo 2013/2014. O anúncio do vencedor está marcado para dia 29 de janeiro.