Estudante da U.Porto “reforça” gigante farmacêutica mundial

Estudantes FFUP

Durante quatro dias, 60 jovens talentos de universidades de todo o mundo puderam conhecer o mundo da indústria farmacêutica na sede da Novartis, em Basileia.

Nuno Silva, mestre em Bioquímica a finalizar o Programa Doutoral em Metabolismo – Clínica e Experimentação da Universidade do Porto, integra o lote restrito de 60 estudantes de todo o mundo que vão participar na edição 2014 do Novartis International Biotechnology Leadership Camp (International BioCamp 2014), um evento que, durante quatro dias (24 a 27 de agosto)  vai juntar na sede da Novartis, em Basileia (Suíça), jovens talentos de universidades de todo o mundo.

Lançado pela primeira vez em 2004, o BioCamp é um programa pioneiro que, todos os anos, oferece aos participantes a possibilidade de conhecer melhor a indústria farmacêutica, em especial a Novartis, uma das maiores empresas mundiais do stor. Tudo isto em contacto direto com os representantes de topo da empresa e gerando uma aproximação à biotecnologia.

Na edição deste ano, a biotecnologia e as oportunidades de carreira na indústria farmacêutica e biotecnológica são dois dos temas fortes de um programa que vai levar os estudantes a refletir, juntamente com figuras de renome internacional,  sobre algumas das questões que afetam a indústria Farmacêutica e saúde dos doentes. Pelo meio, serão desafiados a delinear um plano de negócio, ficando a conhecer melhor o que é preciso para criar e desenvolver uma companhia biotecnológica.

Para participar no BioCamp, Nuno Silva teve que superar um processo de seleção que envolveu milhares de candidaturas oriundas dos quatro cantos do planeta, 70 das quais oriundas de universidades portuguesas. Para além do estudante da U.Porto, que esteve representada pelo segundo ano consecutivo, a iniciativa contará também com a participação deAna Catarina Lima, estudante  do programa doutoral em Sistemas de Bioengenharia da Universidade do Minho.

Mais informações sobre o BioCamp aqui.