Estudante da FEUP conquista prémio APREN 2017

João Teixeira recebeu um cheque no valor de 1500 euros. (Foto: APREN)

João Teixeira, estudante do 5.º ano do Mestrado Integrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP),  foi o grande vencedor do prémio APREN 2017 (Associação Portuguesa de Energias Renováveis), iniciativa que visa divulgar a excelência de dissertações académicas realizadas em instituições portuguesas de Ensino Superior relacionadas com a eletricidade de origem renovável.

O trabalho premiado pretendeu avaliar o comportamento dos preços do Mercado Ibérico de Eletricidade (MIBEL), tendo em conta cenários de crescimento da Produção em Regime Especial (PRE) em Portugal no ano de 2016. Para tal, foram desenvolvidas várias ferramentas de análise para calcular o novo preço de mercado no caso da PRE ter valores diferentes dos registados nesse mesmo ano. Essa mesma ferramenta desenvolvida, em MatLab, permite total automatização e precisão do processo de análise, bem como liberdade total no período que se pretenda analisar do ano de 2016.

Importa ainda referir que na Produção em Regime Especial analisada estão incluídas as produções de energia Eólica, Fotovoltaica e Hídrica juntamente com os Fios-de-Água. Foi também observada a influência das energias associadas à PRE na sua totalidade.

A tese de Mestrado de João Teixeira contou com a orientação do docente do Departamento de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, João Tomé Saraiva.

A Faculdade de Engenharia faz assim o “hat trick” na iniciativa uma vez que, das três edições existentes do Prémio APREN, todas foram conquistadas por estudantes FEUP.

Foram também atribuídas duas menções honrosas, entregues a Inês Barreira, do Instituto Superior Técnico e a Rita Machado, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

A tese premiada valeu a João Teixeira um cheque no valor de 1500 euros.

Mais informações sobre o prémio APREN aqui.