Escolas de Investigação fecham Universidade Júnior 2014

Escolas Universidade JúniorDe 31 de agosto a 6 de setembro,  estudantes do ensino secundário de todo o país vão trabalhar como verdadeiros investigadores nos laboratórios da U.Porto através das Escolas de Investigação, uma iniciativa inserida no programa Universidade Júnior. Os melhores estudantes do ensino secundário vão estar em três  escolas distintas: Escola de Ciências da Vida e da Saúde, Escola de Física e Escola de Matemática.

Proporcionar a primeira experiência académica no mundo da investigação científica a jovens de todo o país é o principal objetivo deste projeto da Universidade Júnior. Ao longo da próxima semana, alguns dos melhores estudantes do ensino secundário (10.º ao 12.º ano) vão passar por uma primeira experiência como verdadeiros investigadores. Estes pré-universitários terão a oportunidade de fazer investigação real e, ao mesmo tempo, conhecer de forma mais aprofundada futuras áreas de estudo.

Os juniores podem, por exemplo, frequentar a Escola de Ciências da Vida e da Saúde e conviver com especialistas da U.Porto ligados a unidades de investigação de referência. A comemorar 10 anos, a ECVS tem como principais objetivos dar a conhecer aos jovens participantes a diversidade da oferta formativa da U.Porto no campo da saúde e biologia aplicada e, também, motivá-los para a investigação e conhecimento relacionados.

Os projetos que a compõem são elaborados e conduzidos por docentes ou investigadores de diversas faculdades e unidades de investigação da Universidade do Porto: Faculdade de Ciências, Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação, Desporto, Engenharia, Farmácia, Medicina, Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC), Instituto de Engenharia Biomédica (INEB) e Instituto de Patologia e Imunologia Molecular (IPATIMUP). Só nesta Escola, os estudantes podem trabalhar em áreas como os biomateriais e a regeneração óssea, a biologia molecular, a bioquímica, a cardiologia, a ética médica, o exercício e a saúde, a farmacologia, a fisiologia, a genética, a microbiologia, a nutrição, a oncologia, a parasitologia ou a veterinária. Coordenados por investigadores das faculdades e centros de investigação da U.Porto, os alunos da ECVS apresentam os seus trabalhos finais no dia 6 de setembro, próximo sábado, na Faculdade de Medicina da U.Porto.

As Escolas de Investigação estão reservadas aos melhores alunos do ensino secundário: a participação é dependente de candidatura, e a seleção é efetuada de acordo com o desempenho escolar dos candidatos.  Este é também o último momento da edição deste ano da Universidade Júnior, o maior programa de iniciação ao ambiente universitário do país que recebeu mais de cinco mil estudantes do 5.º ao 12.º ano de escolaridade. Nesta que é a décima edição do programa, a Universidade Júnior bateu os recordes de participação, tendo esgotado metade das suas vagas nas primeiras 24 horas de inscrição, já no mês de março. Para além de jovens de vários pontos de Portugal Continental e ilhas, a Universidade Júnior recebeu ainda alunos de países estrangeiros, casos de Angola, Moçambique, Espanha, Brasil, China (Macau), Itália, Bélgica e França.