Equipa da FEUP foi a melhor portuguesa na IEEExtreme 2016

(foto: Pixabay / Creative Commons)

A competição decorreu no dia 22 de outubro e decorreu via online (foto: Pixabay / Creative Commons)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Telecomunicações (IT) e da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) participou recentemente na competição de programação internacional IEEExtreme. Entre as 1823 equipas de todo o mundo presentes, a equipa portuense atingiu o 254.º lugar, garantindo a melhor classificação entre as 16 equipas nacionais presentes.

A competição IEEExtreme é organizada pela associação internacional IEEE e desafia as equipas a resolverem o maior número possível de problemas de programação no espaço de 24 horas consecutivas.

André Moreira, Luís Pinto e Sidney Carvalho são estudantes do Programa Doutoral em Engenharia Electrotécnica e de Computadores da FEUP, do Programa CMU|Portugal e da Universidade Federal de Santa Catarina no Brasil, respetivamente. Todos integram o laboratório DaRTES (Distributed and Real-Time Embedded Systems) sediado na Faculdade de Engenharia.

A competição decorreu no passado dia 22 de outubro, através da Internet. O primeiro lugar coube a uma equipa da Suíça.

Sobre o DaRTES

Sediado na FEUP, e tendo a U.Porto e o IT como parceiros, o Laboratório DaRTES dedica-se à investigação sobre métodos de projeto e análise de sistemas embarcados que operam em rede e cujo funcionamento está sujeito a restrições temporais. Com um vasto leque de contactos internacionais na área do tempo real, comunicações e robótica, o laboratório participou já em inúmeros projetos de investigação, nacionais e internacionais, tendo gerado um conjunto significativo de publicações e ferramentas relacionadas.