Equipa FEUP faz história em competição internacional de Engenharia

Rui Vilares, e João Dias, Gil Rocha e João Correia são os quatro membros dos "The Crackers".

É a primeira vez que uma equipa portuguesa se destaca na competição europeia da European BEST Engineering Competition (EBEC) e a proeza foi conseguida por estudantes da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP). Rui Vilares (estudante do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica) e João Dias, Gil Rocha e João Correia (do Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação) ficaram em 2º lugar na categoria “team design” da final europeia que decorreu em Varsóvia (Polónia), de 1 a 9 de agosto.

Conhecida pelo nome “The Crackers”, a equipa portuguesa teve que enfrentar duas provas na categoria de “team design” que habitualmente desafia os estudantes a desenvolver um protótipo surpresa, através da criação de um modelo real e funcional recorrendo a materiais de baixo custo.

A primeira prova passou pela construção de um veículo controlado remotamente e que fosse capaz de circular em três superfícies diferentes (areia, relva e plástico). O protótipo tinha ainda que recolher uma amostra metálica e suportar uma queda de 1,5m, sendo que o sistema de aterragem era ainda objeto de análise e avaliação da parte do júri.

Na segunda prova, as equipas foram convidadas a criar um braço robótico hidráulico e que permitisse recolher cubos e transportá-los até um determinado recipiente. O protótipo tinha ainda que rodar e deslocar um bloco e ser capaz de abrir uma garrafa. A concorrência forte que se fez sentir das 13 equipas que competiram na categoria de “team design” não desmoralizou a comitiva portuguesa, que se bateu por um lugar no pódio, alcançando o 2º lugar.

Rui Soares, Hélder Araújo, João Freitas e Guilherme Guedes integram os "Jalapeños".

A competição foi dominada pela equipa sueca da Universidade de Lund, que venceu ainda na categoria de “case-study”. A FEUP teve também uma equipa a competir nesta modalidade (em que as equipas são confrontadas com um caso de estudo real, em que os estudantes são convidados a assumir o papel de CEO, recorrendo a princípios de gestão), constituída por Rui Soares, Hélder Araújo, João Freitas e Guilherme Guedes, estudantes do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica. Os “Jalapeños” tiveram que resolver desafios propostos por empresas multinacionais como a GSEIvecoP&G e Deutsche Bahn.

No total, em ambas as competições, 26 equipas europeias provenientes de países como a Suécia, Roménia, Bélgica, Lituânia, Espanha, República do Montenegro, Itália, Áustria, Polónia, República Checa, Grécia e Ucrânia, tiveram oportunidade de trocar experiências e conviver de perto, durante 9 dias, na cidade de Varsóvia, na Polónia.

Recorde-se que, para chegar à final da EBEC 2013, as duas equipas  de estudantes da FEUP tiveram que ganhar a  fase nacional da European BEST Engineering Competition, que decorreu entre  13 a 15 de abril, em Aveiro.

Em 2014, a final europeia da EBEC, vai decorrer em Riga, na Letónia.