Equipa da FCUP vence final nacional do ClimateLaunchPAD 2015

FCUP

O projeto FutureNanoCoatings, desenvolvido por uma equipa do Departamento de Química e Bioquímica da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP), venceu a final nacional do ClimateLaunchPAD 2015, a maior competição europeia de ideias de negócio sobre tecnologias limpas.

O FutureNanoCoatings tem vindo a ser desenvolvido na Faculdade de Ciências da U.Porto sob a direção de Joaquim C.G. Esteves da Silva, contando com a colaboração dos investigadores Conceição Mendonça, Diana Crista e Luís Pinto da Silva, da Universidade do Porto, e de João Leitão, da Universidade de Coimbra. O projeto fez ainda parte do BIP (Business Ignition Program) um programa de iteração de modelos de negócio para tecnologias desenvolvidas no meio académico dinamizado pela U.Porto Inovação UPIN, tendo essa participação coincidido com a entrada na equipa de Teresa Mata e Bruno Cima.

Segundo Joaquim C.G. Esteves da Silva, o FutureNanoCoatings tem como objetivo a investigação e o desenvolvimento (I&D) de revestimentos de materiais de construção naturais à base de nanomateriais em parceria com a indústria. “Nesta fase, estamos focados nos materiais à base de cortiça. A indústria Portuguesa da cortiça precisa de melhorar algumas propriedades dos seus produtos, demonstrando inovação, de modo a prolongar o seu tempo de vida e entrar em novos mercados. Por exemplo, melhorar a resistência à chama e à radiação solar”.

“Como uma tonelada de cortiça é capaz de sequestrar duas toneladas de dióxido de carbono, o aumento do uso da cortiça em materiais de construção poderá contribuir de forma significativa para minimizar o aumento da concentração de dióxido de carbono na atmosfera”, remata.

Com a vitória na edição portuguesa do ClimateLaunchPAD 2015, a equipa da FCUP garantiu a presença na grande final Europeia do concurso, que se realiza no próximo dia 4 de setembro, em Amesterdão (Holanda).