Empresa do UPTEC combate o cancro através dos ovos da galinha

Ensaios in vivo realizados pela Expertus pretendem aumentar a eficácia do tratamento do cancro.

No nosso dia-a-dia, estamos habituados a ouvir falar da utilização de ovos para fins culinários mas, no seio da U.Porto, há quem acredite que os ovos podem ser usados em prol dos avanços na saúde. É esse o foco do trabalho desenvolvido pela Expertus, empresa incubada no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC) e vencedora da edição 2014 do prémio IDDNET-Technology Network, atribuído no âmbito do concurso nacional de inovação e empreendedorismo – Arrisca C – promovido pela Universidade de Coimbra

O projeto desenvolvido pela Expertus aposta na realização de ensaios in vivo no ovo de galinha que permitem conhecer os mecanismos de desenvolvimento do cancro e a triagem de compostos com potencial terapêutico. Uma ideia que acabou por se distinguir entre os 105 projetos que participaram na competição promovida pela U.Coimbra.

O prémio, que visa estimular grandes ideias e impulsioná-las para o mercado, servirá para aperfeiçoar ensaios que possibilitam definir o perfil personalizado de resposta a fármacos contra o cancro, reconhecendo a Expertus como projeto capaz de contribuir efetivamente para a melhoria da qualidade de vida dos doentes.

Com menos de um ano de existência, esta spin-off do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP) vê, assim, o seu projeto reconhecido pela segunda vez em menos de um ano. Em julho de 2013 foi uma das semifinalistas do Building Global Innovator’s (IUL – MIT Portugal).

Na cerimónia de entrega de prémios, que ocorreu no Museu da Ciência em Coimbra, esteve presente o Secretário de Estado da Inovação, Investimento e Competitividade, Pedro Gonçalves.