Drumming Grupo de Percussão em concerto na FEUP

drumming_300_200Com o título “Mar e Terra… Movimentos Perpétuos”, o Druming – Grupo de Percussão vai subir ao palco do Auditório da Faculdade de Engenharia da U.Porto (FEUP), no próximo dia 16 de junho, às 21h30, para um espetáculo de entrada livre. O concerto propõe uma viagem sonora pelos universos Aquáticos e Terrestres dos compositores Viet Cuong, José Manuel Lopez Lopez, Arturo Fuentes e António Chagas Rosa.

“O som ocultado e límpido da água que coabita nas nossas casas, a dança da mãe Yemayá criadora da vida, a energia dos Ventos das planícies Africanas, o discurso primitivo dos sons da terra são as diferentes texturas apresentadas neste movimento perpétuo que convida ao imaginário de cada um e à reflexão das nossas origens…”

Drumming – Grupo de Percussão emergiu em 1999 do primeiro curso superior de percussão aberto em Portugal, cinco anos antes, pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto, com o apoio do Instituto Politécnico e da Escola Profissional de Música de Espinho. Sob direção de Miquel Bernat, percussionista e pedagogo de prestígio internacional, o agrupamento, formado por alunos e professores, ostentando no seu currículo dezenas de atuações em todas as principais salas do país; Fundação Gulbenkian, TNSJ do Porto, Culturgest, Centro Cultural de Belém, Fundação Serralves, Casa da Música, etc. e, também no estrangeiro: Espanha, Bélgica, França, Brasil, Alemanha, Africa do Sul.

Foi grupo residente da programação musical da “Porto 2001, Capital Europeia da Cultura” com oito atuações apresentando os mais distintos programas, e vem colaborando em parceria com o Teatro Nacional de São João na exploração das Músicas Escénicas desde 1999.

Drumming resulta também da evolução da percussão erudita em Portugal e na própria cultura ocidental, contribuindo, através da divulgação das grandes obras contemporâneas, para um ganho progressivo de público para esta especialidade, no seio da qual percorre as vias da inovação sonora e da poética do espetáculo enquanto momento cénico único e total.

Com a estabilização em termos profissionais e autónomos, o projeto Drumming passou a desempenhar um papel central na divulgação do mais significativo repertório existente para percussão, entrando numa fase de desenvolvimento do seu próprio repertório com compositores internacionais e portugueses. Nos últimos anos, tem-se consolidado a singularidade do papel de Drumming na cena musical portuguesa, mediante apresentações que vão da percussão erudita, ou do Rock-Jazz-World Music, à música de cena para teatro, ópera e bailado, passando pela programação contemporânea temática. O grupo tem, igualmente, apresentado programas concebidos para fins itinerantes e didático-pedagógicos de trabalho com não profissionais.

 

O Drumming é uma estrutura apoiada pela DGartes e em residência no Teatro Campo Alegre, no Porto, no âmbito do programa Teatro em Campo Aberto.

Direção artística: Miquel Bernat

Músicos: Miquel Bernat, Rui Rodrigues, Pedro Oliveira, João Tiago Dias, Pedro Góis e André Dias

Programa:

Water, Wine, Brine and Brandy – Viet Cuong

African Winds – JML López

Yemaya´s Song* – António Chagas Rosa (estreia mundial)

Fossil Caltrava* – Arturo Fuentes (estreia mundial)

Estudio para la Modulación Métrica – JML López

 

Bilhetes

Acesso gratuito (sujeito à lotação da sala) mediante levantamento antecipado de bilhete. Bilhetes disponíveis 5 dias úteis antes da data do espetáculo no Infodesk/FEUP. Horário Infodesk/FEUP: segunda a sexta-feira, das 9:00 às 13:00 e das 14:00 às 18:00 (em dias de espetáculo, a bilheteira abre uma hora antes do início do evento).

Mais informações: ccultur@fe.up.pt.