Docente da Faculdade de Arquitetura vence ECOLA Award 2015

Centro de Alto Rendimento de Remo do Pocinho (spacialAR-TE, Álvaro Fernandes Andrade) © Fernando Guerra | FG + SG

Centro de Alto Rendimento de Remo do Pocinho (spacialAR-TE, Álvaro Fernandes Andrade) © Fernando Guerra | FG + SG

O projeto para o Centro de Alto Rendimento de Remo do Pocinho, da autoria de Álvaro Fernandes Andrade (spacialAR-TE), arquiteto e docente da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP), venceu o ECOLA – Award for the Use of Render/Plaster in Architecture 2015, na categoria de Novas Edificações.

Sobre este projeto, o Júri, presidido por Peter Cook (Crab Studio, London), um dos fundadores do Archigram, e composto por Brian Cody (TU Graz), Enrique Sobejano (Nieto Sobejano Arquitectos, Madrid), Hubert Klumpner (ETH Zurich), e Dorte Mandrup (Dorte Mandrup Arkitekter, Copenhagen), destaca “a elegância da forma no modo como o desenho integra a paisagem”. “A composição formula-se na quantidade extacta de formas geométricas permanecendo ‘subtil'”, refere ainda o relatório do Júri.

Foram também distinguidos nesta edição do Prémio os projetos da reconversão de uma casa de pedra no centro de Scaiano da autoria de Wespi de Meuron Romeo Architekten (Categoria Remodelação / Renovação / Reconversão), OostCampus de Carlos Arroyo Architects SLP (Menção Honrosa, Categoria Remodelação / Renovação / Reconversão), Housing at the old city wall Berlin de Sohrab Zafari, Atelier Zafari (Menção Honrosa, Categoria Novas Edificações) e 86 Apartments, Lyon de Éric Lapierre (Menção Honrosa, Categoria Novas Edificações).

A cerimónia de atribuição do Prémio vai decorrer no âmbito da Conferência ECOLA entre 24 e 26 de setembro, em Inglaterra.

Criado em 2000 na Alemanha e até 2004 designado por ‘Bundesdeutscher Architekturpreis Putz’, o ECOLA combina um concurso de arquitetura internacional e uma conferência. O Prémio é atribuído de dois em dois anos em duas categorias: Remodelação / Renovação / Reconversão e Novas Edificações, cada uma complementada pela categoria Construção Otimizada para CO2.

O projeto para o Centro de Alto Rendimento de Remo do Pocinho de Álvaro Fernandes Andrade (spacialAR-TE) tinha já sido finalista do Prémio Mies Van der Rohe 2015, a par de outros trabalhos da autoria de docentes da FAUP.

ecola-award.eu