Dia da U.Porto 2013: Um dia para premiar o mérito

Durante a cerimónia, 19 estudantes irão receber o Prémio Incentivo'13.

São estudantes e docentes que, ao longo do ano anterior, se distinguiram pelo valor do seu percurso académico. Esta sexta-feira, data em que a Universidade do Porto celebra 102 anos, a Sessão Solene do Dia da U.Porto fica marcada pela entrega dos prémios que os reconhecem.

Logo após a abertura da sessão solene e das intervenções iniciais, inicia-se a entrega dos prémios, desta feita, aos estudantes que mais se destacaram no primeiro ano do seu percurso académico. O Prémio Incentivo é entregue a 19 estudantes, das 14 faculdades da U.Porto, que terminaram o primeiro ano do seu curso com a média mais elevada (desde que superior a 15 valores).

Após a entrega dos Prémios Incentivo, chega a altura de distinguir os que mais se destacam pela sua capacidade de ensinar. Jorge Ascenção Oliveira, Professor Auxiliar da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto (FFUP), é o vencedor da primeira edição do Prémio de Excelência Pedagógica da U.Porto, galardão criado pela Universidade – no valor de 5 mil euros – com o objetivo de distinguir a excelência e inovação pedagógica dos docentes da instituição, e contribuir para a melhoria contínua da qualidade do ensino e da aprendizagem e para o sucesso escolar e pessoal dos estudantes.

Esta não é a primeira vez que a qualidade e inovação pedagógica deste docente é reconhecida. Em 2009, já havia conquistado o Prémio Excelência em e-Learning da U.Porto, somando também cinco distinções como Melhor Professor da FFUP, de acordo com a votação promovida pela Associação de Estudantes da FFUP.

No programa da cerimónia consta ainda a proclamação de João Coimbra (professor reformado do ICBAS – Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar) como Professor Emérito da U.Porto, título que sublinha o contributo prestado em prol da academia.

Licenciado em Biologia pela Universidade de Coimbra em 1968, João Coimbra doutorou-se em Ciências pela Universidade de Nice (França) em 1972. É autor de quase uma centena de publicações, das quais 70 em revistas internacionais. Professor Catedrático de Fisiologia do Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar da Universidade do Porto (ICBAS), onde lecionou desde 1975, exerceu intensas funções na área da Gestão de Ciência e Tecnologia, tendo passado pela direção de vários organismos. Em 2000, fundou o Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto (CIIMAR), no qual foi Presidente da Direção durante 12 anos consecutivos.