Dia da Imunologia celebrado no i3S com alunos do Secundário

No Dia Internacional da Imunologia, o i3S vai abrir as portas dos seus laboratórios a estudantes do Ensino Secundário.

O Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto junta-se, mais uma vez, às comemorações do Dia Internacional da Imunologia. As atividades comemorativas são destinadas a alunos do Ensino Secundário e decorre durante o dia 2 de maio. Vários são os investigadores que se juntam esta causa para explicar, de forma simplificada, o que fazem no laboratório e como é que a imunologia tem implicações no nosso dia a dia.

Temas como a vacinação, a tuberculose e a imunoterapia na cura do cancro serão abordados durante o dia. A ideia é trazer à discussão temas de fronteira de forma compreensível, sem descartar noções mais gerais, tais como o funcionamento do próprio sistema imunológico. A imunologia é, atualmente, uma das áreas de maior desenvolvimento e das mais promissoras em termos terapêutico. Mas a maioria de nós desconhece o que está a ser feito, ou mesmo o que significam vários avanços. As recentes controvérsias sobre a vacinação são um claro exemplo do desconhecimento geral sobre a imunologia.

O Dia Internacional da Imunologia foi criado em 2005, com o objetivo de fazer chegar os conhecimentos em Imunologia a um público mais alargado. Em Portugal, são mais de 250 investigadores em diferentes níveis de carreira que se dedicam a esta área de investigação. O Dia Internacional da Imunologia dedica-se à educação dos alunos, que poderão aprender com os investigadores e fazer parte do dia-a-dia dos laboratórios onde a investigação decorre.

Uma vez mais, o i3S associa-se a esta iniciativa contemplando no seu programa um conjunto de conversas com cientistas da área. Os fóruns de discussão que foram preparados têm como principal objetivo dar a conhecer a alunos dos ensinos secundário e superior a investigação desenvolvida em Portugal e em particular no i3S.

Margarida Saraiva, vice-presidente da SPI e líder do grupo Immune Regulation no i3S, explica que esta será “uma oportunidade única para os alunos ouvirem e discutirem com nove especialistas nacionais e internacionais da área da Imunologia ao vivo”. Acrescenta ainda que este ano a abordagem será mais informal para encorajar os presentes a colocar questões não apenas sobre imunologia, mas sobre ciência em geral.