Cumplicidades entre Fotógrafo e Arquiteto em debate na FAUP

A Casa Bom Jesus II, em Braga, da autoria de Eduardo Souto de Moura é uma das obras incluídas no livro “Fotografias em Obras de Eduardo Souto Moura”. (Foto: Luis Ferreira Alves)

A Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP) vai receber no próximo dia 7 de novembro, às 18h30, no Auditório Fernando Távora, a mesa redonda ‘Relações e Cumplicidades entre Fotógrafo e Arquitecto: Fotografias em obras de Eduardo Souto de Moura de Luis Ferreira Alves’, que terá como ponto de partido o recentemente editado livro “Fotografias em Obras de Eduardo Souto Moura”, de Luis Ferreira Alves.

A apresentação da sessão estará a cargo do Vice-director da FAUP, João Pedro Xavier e a moderação será assegurada por Nuno Grande (DARQ/FCTUC – FAUP) que mediará uma conversa em torno do tema Fotografia e Arquitetura com a presença do fotógrafo Luis Ferreira Alves, dos arquitetos Eduardo Souto de Moura e Nuno Brandão Costa (FAUP), e de Pedro Leão Neto (FAUP), editor do livro “Fotografias em obras de Eduardo Souto de Moura de Luis Ferreira Alves”.

Publicado pela scopio Editions, uma editora que teve origem no grupo de investigação Centro de Comunicação e Representação Espacial do Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo (CCRE-CEAU-FAUP), o livro “Fotografias em Obras de Eduardo Souto Moura” de Luis Ferreira Alves dá início a uma coleção mais centrada na Fotografia de Arquitetura, promovendo uma análise crítica global entre estes dois mundos, procurando estabelecer diversas intersecções entre estes, bem como explorar a singularidade e significado das relações que são estabelecidas entre o fotógrafo e o arquiteto, os seus processos artísticos, as suas memórias colectivas, histórias e outros aspectos relacionados com o trabalho e percursos de vida de ambos.

A publicação constitui um artefacto único que integra textos manuscritos, histórias pessoais, desenhos e outras imagens para além das fotografias de Luis Ferreira Alves em obras de Eduardo Souto de Moura. O objectivo é marcar a diferença face a outras publicações, promovendo uma compreensão profunda da prática e disciplina da arquitectura que como sabemos opera integrada em sistemas mais amplos socioculturais, técnicos, políticos e históricos, bem como mostrar como pode existir uma comunicação importante e singular na relação que o fotógrafo pode estabelecer com o arquitecto e com o seu trabalho.

A mesa redonda é uma iniciativa da da responsabilidade do grupo de investigação CCRE integrado no Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo (CEAU-FAUP) com apoio e parceria scopio Editions e o apoio à divulgação da Fundação Marques da Silva e Secção Regional Norte da Ordem dos Arquitectos (OASRN). Trata-se da 1ª sessão do 2º Ciclo de Conferências sobre Arquitectura, Arte e Imagem (AAI).

A entrada é livre, sujeita à lotação da sala. Programa sujeito a alterações, sem aviso prévio.

Mais informações aqui.