“Controvérsias em patologia do joelho e do ombro” reunidas em livro

Manuel Gutierres é professor de Ortopedia na FMUP

Manuel Gutierres é professor de Ortopedia na FMUP. (Foto: DR)

No próximo dia 19 de janeiro, terça-feira, a Aula Magna da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) vai acolher a sessão de apresentação do livro “Controvérsias em patologia do joelho e do ombro”. O evento será presidido pelo reitor da Universidade do Porto, Sebastião Feyo de Azevedo.

Coordenada por Manuel Gutierres, professor de Ortopedia na FMUP e assistente hospitalar graduado no Centro Hospitalar de São João (CHSJ), esta obra reúne as mais atuais informações médico-científicas sobre os temas “quentes” da Ortopedia, prometendo ser um contributo importante para a atualização dos conhecimentos dos estudantes , dos internos de Ortopedia, de Fisiatria ou de Reumatologia, bem como para especialistas destas e de outras áreas.

Aproveitando a renovação curricular indtroduzida pelo Processo de Bolonha, que obrigou à apresentação de uma dissertação no final do curso de Mestrado Integrado em Medicina, o docente criou um projeto que envolveu os estudantes de Medicina numa revisão de bibliografia profunda sobre os temas alvo de maior polémica no âmbito da Ortopedia, tentando dar resposta às questões: “O que há de novo? O que mudou? Haverá vantagem? O que é importante todos os ortopedistas saberem?”.

Obre reúne trabalhos de duas dezenas de finalistas de Medicina

Obre reúne trabalhos de duas dezenas de finalistas de Medicina

“Atualmente, com tantos avanços no tratamento das patologias do joelho e ombro, que se parecem entrar em novos conceitos biomecânicos, novos implantes, técnicas de cirurgia assistida por computador, ou mesmo terapias biológicas (como os fatores de crescimento, células estaminais e culturas de condrócitos), afigura-se importante tentar encontrar consensos, algoritmos de tratamento, ou simplesmente alertar para as vantagens e desvantagens de cada um”, explica Manuel Gutierres.

Assim, 22 finalistas do curso de Medicina reuniram-se, sob a coordenação do especialista do CHSJ, para produzirem uma obra útil que agrega mais de duas dezenas de trabalhos minuciosamente perfilados em torno do tema central da obra – a patologia do joelho e do ombro. Os estudantes – agora médicos-internos – exploraram problemáticas em torno das soluções propostas para a rotura maciça da coifa dos rotadores, o papel da artroplastia no ombro reumatoide ou o preconceito em torno da artroplastia unicompartimental do joelho, por exemplo.

Nas palavras de Maria Amélia Ferreira (diretora da FMUP), autora do prefácio, esta obra “constitui mais um instrumento ao serviço da qualidade do processo de ensino-aprendizagem na formação dos médicos” e estimula “uma das competências nucleares da educação médica: o pensamento crítico”.

O livro pode ser consultado na Biblioteca Central da FMUP ou descarregado aqui.