Competição 24h non-stop da FEUP apura vencedores

ByteFolder: equipa vencedora em case study (Foto: BEST Porto)

Foram 24horas non stop. Brainstormings, desenho e implementação de protótipos, testes e procura de soluções inovadoras marcaram a 6ª edição da European BEST Engineering Competition (EBEC), que decorreu de 8 a 10 de março, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP). Esta competição colocou à prova as capacidades técnicas e de improviso dos 200 estudantes inscritos na prova e estava dividida em duas modalidades: “Team-Design”, em que os estudantes foram desafiados a desenvolver um protótipo “surpresa”, criando um modelo real e funcional através de materiais de baixo custo, e “Case-Study”, em que assumiam o papel de CEO para resolverem um caso de estudo real, recorrendo a princípios de gestão.

Organizada pelo Board of European Technology Students (BEST Porto), a competição contou com a participação de 50 equipas, de onde foram apuradas as vencedoras: ByteFolder para o caso de estudo e FuturENG para o Team Design.

Carlos Fernandes, Jorge Costa, Olivier Alves, Rui Gonçalves constituíram a equipa ByteFolder. O caso de estudo que lhes rendeu a vitória baseia-se num problema real vivido na Bosch e relacionava-se com a conexão de uma Bomba de Calor de elevada eficiência à internet, disponível comercialmente (Supraeco W da Bosch). “A nossa ideia foi pensar no problema como se estivéssemos na equipa de trabalho real. Verificamos que possibilidades de resposta existem, a exequibilidade de cada uma delas e apresentamos então a resposta técnica que mais se adequa”, explicam.

Um dos pontos diferenciadores foi o facto da equipa não se ficar apenas pela resposta técnica, tendo analisado também os seus custos e ganhos para a Bosch. Seguidamente, apresentaram algumas funções/inovações para oferecer ao cliente e chegaram a desenvolver a interface de uma aplicação móvel que permite controlar de maneira intuitiva (mesmo remotamente) a bomba de calor. Por fim, após perceberem exatamente qual era o produto e o valor que ele criava, apresentaram um plano de marketing para o produto.

A gestão de tempo foi um dos aspetos essenciais, assim como a gestão do cansaço e os erros que daí advêm. Contudo, os ByteFolder conseguiram focar-se no caso e ter uma solução para o problema bastante cedo, o que permitiu alguma folga para os coffee breaks, mini-tasks, pausas na sala de convívio e acompanhamento de protótipos dos colegas de team design. “Em suma, conseguimos viver o espírito do BEST da melhor forma, afinal de contas a EBEC não é só uma competição, é um local de convívio entre amigos onde se dá largas à criatividade durante umas  24 horas consecutivas fantásticas”, confessam.

FuturENG: equipa vencedora em team design

Já os FuturENG, Bruno Augusto , João Sá, Miguel Morais e Pedro Jorge, foram os vencedores da modalidade Team Design e construíram um armazém com funcionamento parcialmente automático, criando um carro para transporte das cargas e um sistema de armazenamento com um “braço robótico” que empurrava as caixas para o centro de armazenamento. Para remover as caixas do armazém, utilizaram um sistema hidráulico com seringas para empurrar as caixas para o carro, que era encarregue novamente do transporte, no sentido inverso.

Os “FuturENG”, nome escolhido fruto da junção das palavras ‘Futuros Engenheiros’, e válido também em inglês (Future Engineers), viram na gestão de recursos disponíveis um dos principais obstáculos. “Por outro lado, algumas das soluções encontradas para o problema tiveram de se ser simplificadas para poder concretizar a maquete dentro do limite de tempo”, contam-nos. A gestão de tempo foi também um desafio para a equipa, que optou por não se debruçar muito sobre pormenores, focando-se em conseguir uma maquete funcional o mais rápido possível para, em caso de alguma falha, terem tempo de a solucionar. Uma prática que compensou, dado que conseguiram fazer alguns intervalos de descanso, e mesmo assim concluir o projeto antes da data de tempo limite.

As duas equipas vencedoras ficaram aptas para próxima fase, a EBEC Portugal, a ter lugar em Lisboa, em abril. Finalmente, as melhores equipas dos vários países vão competir na fase final em Riga, na Letónia, em agosto.