Clima, média e educação em debate no encerramento do Clima@EduMedia

A Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) recebe, no próximo dia 27 de abril, quinta-feira, a partir das 14h30, a cerimónia de encerramento do Clima@EduMedia, projeto da U.Porto que, ao longo dos últimos dois anos, envolveu mais de 2 mil alunos e mil professores de escolas de 3.º Ciclo e de Ensino Secundário de todo o país em atividades relacionadas com as  mudanças climáticas, através do uso dos média.

A decorrer na sala -120 do Departamento de Geociências, Ambiente e Ordenamento do Território, a cerimónia – aberta ao público – incluirá a apresentação dos principais resultados do projeto e as medidas de adaptação e/ou de mitigação implementadas pelas escolas vencedoras do concurso escolar “Alterações Climáticas”. Pelo meio, será apresentada uma plataforma de conteúdos educativos dirigida a professores. Este novo produto será de livre acesso e aborda, entre outros aspetos, o uso dos média no ensino das alterações climáticas.

Durante a sessão, haverá também lugar para uma reflexão sobre a relação entre média, educação e alterações climáticas, contando com a participação de entidades como a Câmara Municipal do Porto, a Agência Portuguesa do Ambiente e a Direção-Geral de Educação e de especialistas das universidades do Porto, Aveiro e Minho, entre outros.

Entre as atividades promovidas no âmbito do Clima@EduMedia incluiu-se o lançamento do Massive Open Online Course “As alterações climáticas nos média escolares”, que foi o primeiro MOOC da Universidade do Porto. Forma ainda dinmizadas uma formação presencial para alunos sobre produção jornalística acerca das alterações climáticas; um conjunto de conferências sobre alterações climáticas transmitidas via livestreaming; e o concurso escolar “Alterações Climáticas”, que investiu 100 mil euros nas melhores propostas apresentadas pelas escolas participantes.

O Clima@Edumedia é um projeto desenvolvido pela FLUP e pela FCUP ao abrigo do Programa “AdaPT – Adaptando Portugal às Alterações Climáticas” e tem como missão apoiar a educação nacional em matéria de mudanças climáticas, através do uso dos média.. O projeto está integrado no Programa AdaPT, gerido pela Agência Portuguesa do Ambiente, IP, enquanto gestora do Fundo Português de Carbono (FPC) e é cofinanciado pela Islândia, Liechtenstein e Noruega, através do Programa EEA Grants.