CIIMAR vai mudar-se para o Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões

Na nova sede do CIIMAR irão trabalhar cerca de 200 investigadores incluindo muitos alunos de licenciatura, mestrado e doutoramento da U Porto

Na nova sede do CIIMAR irão trabalhar cerca de 200 investigadores, incluindo estudantes da U.Porto. (Foto: APDL)

Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) da Universidade do Porto deverá mudar-se, até final de 2015, para os espaços do novo Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, infraestrutura inaugurada esta quinta-feira, dia 23 de julho.

Da autoria do arquiteto Luís Pedro Silva, professor da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP), o novo terminal vai acolher cerca de 200 investigadores do CIIMAR, incluindo estudantes de licenciatura, mestrado e doutoramento da U. Porto que serão distribuídos pelos vários laboratórios situados no 2º piso do edifício.

Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões

O novo terminal vai acolher cerca de 200 investigadores do CIIMAR (Foto: CIIMAR)

Para além dos laboratórios e gabinetes, existe ao nível da cave um novo biotério – em certificação pela Direção Geral de Veterinária – que servirá para criação e manutenção de organismos aquáticos utilizados para fins experimentais. Estas instalações darão apoio fundamental ao desenvolvimento das área de Contaminação Ambiental, Aquacultura e Biotecnologias Marinhas do CIIMAR.

As instalações de Ciência e Tecnologia no novo Terminal de Cruzeiros integram o Parque de Ciência e Tecnologias do Mar da Universidade do Porto, constituído por duas unidades distintas. No lado norte, em Leça da Palmeira, está situado o Polo do Mar do UPTEC, onde estão já incubadas empresas da área das Ciências e Tecnologias do Mar, enquanto que o molhe sul acolhe o edifício sede do CIIMAR.

Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões

A inauguração teve lugar a 23 de julho e contou com a presença dos ministros da Agricultura e Mar, Defesa e Economia. (Foto: CIIMAR)

Após a instalação do CIIMAR, os visitantes poderão observar o interior dos laboratórios em pleno funcionamento através das suas fachadas de vidro e percorrer as exposições de divulgação científica que serão expostas no ultimo piso do edifício. Uma vez que há ainda obras a terminar ao nível do biotério de organismos aquáticos, espera-se que até ao final do corrente ano seja possível a instalação plena do CIIMAR no terminal.