CIIMAR ganha dois projetos da Ciência Viva

Projetos selecionados visam aproximar a comunidade científica do público escolar.

“O CIIMAR na Escola” e “MoBIDiC A escola à descoberta do oceano” foram os projetos de divulgação científica do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto (CIIMAR) aprovados para financiamento pela Ciência Viva, no âmbito do programa “Escolher Ciência: da Escola à Universidade”.

Com duração até julho de 2014, ambos os projetos visam estimular a aproximação entre a comunidade científica e o público escolar, através do desenvolvimento  uma rede de partilha de conhecimentos e recursos que estimule os alunos a prosseguir os seus estudos em áreas científicas e tecnológicas. Os projetos resultam de um programa consertado junto de escolas da região Norte, através da formação de parcerias com o CIIMAR sob a forma de geminações institucionais.

“O CIIMAR na Escola” foi lançado em outubro de 2012 e consiste numa plataforma online de acesso livre e gratuito, onde professores e educadores (do 1º ciclo ao ensino secundário) podem adquirir um conjunto de protocolos experimentais desenvolvidos e testados em laboratório pelos investigadores do CIIMAR, bem como solicitar a realização de palestras na sala de aula sobre variados temas das Ciências Marinhas e Ambientais. A Escola Secundária de Ermesinde, a Escola Secundária da Boa Nova, a Escola Secundária de Oliveira do Douro e a Escola Secundária de Santa Maria da Feira, atuarão como escolas geminadas com o CIIMAR, nas quais se desenvolverão atividades experimentais em ambiente de laboratório e de sala de aula. Estas serão realizadas por estudantes do ensino superior, que podem desta forma partilhar conhecimentos e experiências com os alunos do ensino secundário, sob a supervisão dos investigadores do CIIMAR.

Já o “MoBIDiC – a escola na praia” foi lançado em 2005 pelo Laboratório de Biodiversidade Costeira do CIIMAR e está de momento a ser implementado em escolas da área do Porto no âmbito de uma colaboração com a Fundação de Serralves.  Este programa propõe-se trabalhar com escolas para explorar o valor didático e científico dos ecossistemas da zona intertidal rochosa e a sua aplicação no ensino das ciências experimentais. O projeto utiliza também o conceito de Citizen Science no qual o envolvimento direto de cidadãos amadores contribui para a monitorização do ambiente e da biodiversidade das praias rochosas.

O MoBIDic deverá contar com a colaboração de escolas do Ensino Secundário da área de Matosinhos, Porto, Vila Nova de Gaia, Espinho e Aveiro. Entre as principais atividades a realizar destacam-se as sessões de treino para professores e alunos, as saídas de campo orientadas a praias da região na primavera e no outono, e sessões de tratamento de dados e discussão dos resultados.