Christopher Emdin: ele quer levar o hip-hop para as salas de aula

Christopher EmdinPoderá um espetáculo de rap ou de hip hop ser mais inspirador para um aluno do que uma aula convencional? Serão as técnicas usadas pelos rappers mais eficazes para o ensino do que as metodologias usadas por grande parte dos professores? Christopher Emdin, investigador e docente das universidades de Columbia e de Harvard (EUA), acha que sim. E vai explicar porquê na conferência que protagoniza esta sexta-feira, dia 11 de julho, na Faculdade de Ciências da U.Porto (FCUP), numa iniciativa conjunta da FCUP e da Embaixada dos Estados Unidos em Portugal, integrada na edição 2014 da Universidade Júnior (UJr).

Nesta passagem por Portugal, e perante um público composto maioritariamente professores do ensino básico e secundário e pelos jovens participantes da UJr, o investigador norte-americano vai abordar a relação pouco explorada entre a cultura hip-hop e o conhecimento científico nas áreas ligadas às STEM (Ciência, Tecnlogia, Engenharia e Matemática). A intervenção centar-se-á sobretudo na forma como o estudo e o ensino da matemática se pode tornar mais divertido e inspirador através do uso coloquial de termos científicos, expressões e conceitos característicos da música popular negra, abrindo ao mesmo tempo novos campos de possibilidades profissionais para os jovens.

Formado em campos tão distintos como a Educação Urbana, as Ciências Naturais, a Biologia, a Química ou a Antropologia, Christopher Emdin desenvolve o seu trabalho inovador no campo das ciências da educação enquanto Professor Associado do Departamento de Matemática, Ciência e Tecnologia do Teachers College da Universidade de Columbia, e investigador do WEB DuBois Institute da Universidade de Harvard. Paralelamente, é um reconhecido orador e crítico social em questões relacionadas com a educação, a cultura hip hop,  a desigualdade e a diversidade racial. Entre as distinções recebidas ao longo da carreira destacam-se o Outstanding Dissertation Award e o Emerging Leader Awards atribuídos pela Phi Delta Kappa (associação norte-americana destinada a educadores) e o prémio de Best paper for Innovation in Teaching Science Teachers da Association for Science Teacher Education (ASTE).

A conferência “Lets start again with the M in STEM” tem início às 11h00, no Auditório 2 do Edifício FC6 (Departamento de Ciência de Computadores) da FCUP. A entrada é livre, mediante confirmação de presença através do e-mail pcarvalho@reit.up.pt ou do telefone 22 040 80 68