Cerca de 6 milhões de euros para projetos de Unidades de I&D da FEUP

(foto: Creative Commons / Pixabay)

Os PAC pretendem apoiar proposta de investigação científica e/ou de desenvolvimento tecnológico (foto: Creative Commons / Pixabay)

No âmbito do concurso Programa de Atividades Conjuntas (PAC), enquadrado no Quadro Comunitário Portugal 2020, foram recentemente aprovados dois projetos de Investigação e Desenvolvimento (I&D) liderados pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e um outro que integra a FEUP no consórcio de promotores do projeto. Ao todo, são mais de 6 milhões de euros de investimento.

A FEUP coordena os projetos SunStorage e SPLACH. O projeto SunStorage visa o estudo da conversão direta e eficiente da radiação solar em combustíveis químicos e eletroquímicos facilmente armazenáveis. Com um total de 2 milhões de euros de financiamento, o SunStorage é coordenado por Adélio Mendes, membro integrado do Laboratório de Engenharia de Processos, Ambiente, Biotecnologia e Energia (LEPABE), unidade de I&D do Departamento de Engenharia Química da FEUP, e tem como parceiros a Universidade de Coimbra (Centro de Química) e a Associação para a Inovação e Desenvolvimento da FCT de Lisboa (Laboratório Associado para a Química Verde – Tecnologias e Processos Limpos). Para o LEPABE, foi aprovada uma dotação financeira de cerca de 800 mil euros.

O SPLACH, projeto da responsabilidade do docente Paulo Pinho, coordenador científico do Centro de Investigação do Território, Transportes e Ambiente (CITTA) do Departamento de Engenharia Civil da FEUP, tem como objetivo a produção de um corpo abrangente (um Compendium) de políticas de planeamento e de gestão urbanística de natureza transformativa, capaz de promover uma rápida e efetiva transição para um sistema urbano socialmente inclusivo e de baixo carbono. Este projeto tem como parceiros o ISCTE e a Universidade de Aveiro. Do financiamento total de 1,8 milhões euros, coube ao CITTA o montante de 800 mil euros.

A FEUP participa ainda no consórcio do projeto UniRCell, que tem como objetivo desenvolver um sistema combinado de célula de combustível/eletrolisador usando uma nova geração de materiais de elevado desempenho, baixo custo e ambientalmente sustentáveis. Coordenado pelo Instituto de Materiais de Aveiro (CICECO) na Universidade de Aveiro, o projeto será desenvolvido na FEUP pelo Laboratório de Processos de Separação e Reação – Laboratório de Catálise e Materiais (LSRE-LCM), sob a responsabilidade do docente Fernando Pereira e pelo Centro de Estudos de Fenómenos de Transporte (CEFT), sob a responsabilidade da docente Alexandra Pinto. Com um financiamento global de mais de 2,2 milhões de euros, no total, as duas unidades de I&D do Departamento de Engenharia Química da FEUP vão receber cerca de 400 mil euros.

Os Programas de Atividades Conjuntas pretendem apoiar propostas de investigação científica e/ou de desenvolvimento tecnológico que visem acelerar a produção de conhecimento e ou soluções para os desafios da sociedade.