CAUP celebra 25 Anos com Festa da Astronomia

Cúpula do Planetário do Porto.

No próximo dia 4 de maio, data em que comemora 25 anos desde a sua fundação, o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) abre as portas do Planetário do Porto – Centro Ciência Viva a toda a população.

Este centro de ciência da Universidade do Porto irá oferecer, com entrada livre e gratuita, um programa de atividades que arranca às 15h00 com uma sessão que propõe aos mais novos uma viagem com “O Vítor à Descoberta do Sistema Solar“. A sessão repete às 16h00.

Em simultâneo com as sessões de planetário, irão decorrer duas oficinas: às 15h00 será “A Impressão Digital dos Astros“, orientada para 25 participantes com mais de 15 anos, enquanto às 16h00, as crianças com menos de 12 anos poderão partir “À Descoberta do Sistema Solar“. A participação em ambas as oficinas carece de uma inscrição no local.

Durante todo o evento haverá também sessões de Observação do Sol com telescópio (dependente da meteorologia) e construção de relógios de Sol. Os visitantes poderão ainda conhecer o “O Céu visto da Terra“, título da exposição de astrofotografia da autoria de Miguel Claro, patente no CAUP até ao próximo dia 10 de maio.

Aos “astrofísicos” mais novos que marcarem presença no Planetário, será oferecido o livro para colorir “A Luz das Estrelas” (até rutura de stock).

Sobre o CAUP

Fundado a 4 de maio de 1989, por iniciativa de Teresa Lago (professora catedrática reformada do Departamento de Física e Astronomia da Faculdade de Ciências da U.Porto), o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto é uma associação científica e técnica privada, sem fins lucrativos e reconhecida de utilidade pública. Tem como missão apoiar e promover a Astronomia ao nível da investigação científica, do ensino de nível pós-graduado, universitário, e também ao nível não universitário (ensino básico e secundário). Uma outra vertente de atuação do CAUP passa pela divulgação da ciência e promoção da cultura científica.

O CAUP é ainda responsável pela gestão científica, educativa e administrativa do Planetário do Porto, sendo pioneiro na integração de uma unidade de divulgação e ensino não formal em astronomia na sua estrutura. As inúmeras ações de contato direto com o público promovidas pelo CAUP, envolveram quase um milhão de pessoas.