Casa Museu Abel Salazar expõe “Fábrica de Fotografia”

Exposição pode ser visitada até 9 de dezembro, na Casa-Museu Abel Salazar, em S. Mamede de Infesta.

Vai estar patente até ao próximo dia 9 de dezembro, na Casa-Museu Abel Salazar (CMAS), a exposição “fábrica de fotografia – cinco fotógrafos europeus”, resultado da reunião de trabalhos de cinco artistas, cuja atividade se desenvolve nos respetivos países europeus de origem: Eva Bergenwall (Suécia), Aníbal Lemos (Portugal), David Manley (Inglaterra), Adela Miencilova (República Checa) e Eric Tistounet (França).

Comissariada por David Manley, esta exposição é a primeira de cinco previstas no programa para 2013 do Harrington Mill Studios, um estúdio coletivo de artistas em Long Eaton, Nottingham, no Reino Unido. Nela se reúnem “cinco autores europeus cujos trabalhos integram questões acerca do posicionamento europeu e o que significa fazer parte da Europa, formando assim um grupo informal, apenas no sentido em que eu estou conectado, de uma maneira ou de outra, com cada um dos participantes”.

“Todos os trabalhos aqui mostrados compartilham particularidades. Em primeiro lugar, há uma visão individual que afirma o nosso lugar no tempo e espaço, para, de seguida dar lugar a abundantes referências oblíquas nas preocupações sobre o meio ambiente. Fora isso, deixo-vos decidir sobre os verdadeiros significados contidos nas imagens de cada autor”, desafia o curador da exposição.

Mais informações aqui.

Sobre os artistas

Natural de Estoclomo, Eva Bergenwall é uma pintora e fotógrafa sueca que expõe regularmente no seu país. Aníbal Lemos, único representante português na exposição, vive e trabalha em Salreu, tendo participado em várias exposições em Portugal, França, Brasil e EUA. Do Oeste de Inglaterra chega David Manley, pintor e fotógrafo, cuja obra  varia sobre uma série de temas que incluem paisagem e história. Já Eric Tistounet é um escritor e fotógrafo francês que trabalhou na área dos Direitos Humanos nos últimos 30 anos, sendo ainda  autor de vários romances e pequenos contos. Finalmente,  Adela Miencilova tira fotografias e escreve poesia há já vários anos privileginado temáticas como as questões da saúde mental, da expressão da emoção e da representação do “eu”.