Banda Sinfónica Portuguesa celebra a Liberdade na FEUP

A entrada no concerto é gratuita (foto: D.R.)

O Auditório da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) recebe, no próximo dia 23 de abril, às 21h30, a Banda Sinfónica Portuguesa, que apresentará um concerto subordinado ao tema “Música e Liberdade”.

É sabido que a música, enquanto manifestação artística, é usada em muitos contextos como arma de luta pela liberdade ou como elemento celebratório dessa liberdade. Por sua vez, a liberdade é um valor civilizacional com impacto direto na forma de criar música, e é neste contexto que surge o concerto promovido pelo Comissariado Cultural.

O programa do concerto gira em torno de várias leituras e representações musicais da noção de liberdade: com cantautores como Zeca Afonso podemos escutar a música como arma de luta pela liberdade, com Darius Milhaud como celebração da liberdade e com Daniel Bukvich a música aparece como representação da tragédia humana duma inversão de valores em nome da liberdade.

O acesso é gratuito (sujeito à lotação da sala), mediante levantamento antecipado de bilhete.

Os bilhetes estão disponíveis no Infodesk/FEUP (segunda a sexta, das 9h30 às 13h, e das 14h às 17h30), ou na bilheteira do Auditório da FEUP no dia do espetáculo (abertura da bilheteira uma hora antes do espetáculo).

Mais informações através do e-mail ccultur@fe.up.pt

Sobre a Banda Sinfónica Portuguesa

Com sede na cidade do Porto e direção artística  a cargo do Maestro Francisco Ferreira, a Banda Sinfónica Portuguesa (BSP) teve o seu concerto de apresentação em janeiro de 2005 no Rivoli, Teatro Municipal do Porto onde também gravou o seu primeiro CD. Desd eentão, tem vindo a gravar regularmente outros trabalhos, nomeadamente “A Portuguesa” (2010), com obras exclusivamente de compositores portugueses, “Traveler” (2011), “Hamlet” (2012) “Oásis” (2013), “Grand Concerto pour Orchestre d’Harmonie” (2014), “Sinfónico” com Quinta do Bill (2015), “Trilogia Romana” (2015), “Porto” (2016), estando em fase final de edição o gravado em 2017 um novo trabalho exclusivamente dedicado a música de cinema.

Reconhecida em Portugal e além fronteiras, a BSP  conquistou, entre outras  distinções, o 1º prémio na 1.ª secção do II Concurso Internacional de Bandas de La Sénia na Catalunha (Espanha), em 2008, e o 1.º prémio na categoria superior (Concert Division) do 60º aniversário do World Music Contest em kerkrade na Holanda (2011), com a mais alta classificação alguma vez atribuída em todas as edições deste concurso que é considerado o “campeonato do mundo de bandas”.