Atletas da U.Porto despem-se de preconceitos para calendário solidário

A equipa de andebol feminino da U.Porto abre a edição deste ano do calendário solidário da AAUM (Foto: Nuno Gonçalves)

A Universidade do Porto surge em plano de destaque na edição 2018 do calendário solidário da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM), uma iniciativa que, pelo quarto ano consecutivo, desafia atletas – universitários e não só – a despir a roupa e os preconceitos por uma causa solidária: reunir fundos para apoiar estudantes carenciados.

“Marcar a diferença” é o objetivo deste projeto iniciado há quatro anos, com os atletas de judo da U.Minho. Entretanto, “abrimos a porta a outros atletas e a outros grupos da academia e, este ano, passamos todas as fronteiras da academia e nacionais”, revela o mentor do projeto, o fotógrafo e atleta Nuno Gonçalves.

Uma das inovações do calendário deste ano é a participação de uma equipa, tendo a escolha recaído na seleção de andebol feminino da Universidade do Porto, atual vice-campeã nacional universitária e medalha de bronze no Europeu universitário de 2010. Desta equipa, que integra vários elementos das seleções nacionais senior e junior de andebol feminino, fazem parte as estudantes / atletas Ana Esperança, Andreia Costa, Jéssica Ferreira, Filipa Gante, Carolina Monteiro, Carolina Loureiro, Isabel Cardoso, Nádia Lemos, Ana Carvalho, Catarina Sampaio, Sara Sá e Patrícia Resende.

O outro representante da U.Porto no calendário é o remador Pedro Duarte Menezes, estudante do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica da Faculdade de Engenharia da U.Porto (FEUP). Atleta do Clube Naval Infante D. Henrique, é campeão nacional absoluto de Fundo e Velocidade em Shell-8 Sénior. Com as cores da U.Porto, participou no Europeu Universitário de Remo 2017, que decorreu na Croácia.

O remador Pedro Duarte Menezes (à esq.), estudante da FEUP, é o outro representante da Universidade no projeto. (Foto: Nuno Gonçalves)

Esta edição marca também a internacionalização do projeto, que, para além de atletas e estudantes de várias universidades portuguesas, conta, pela primeira vez, com  com a participação de uma atleta estrangeira: a espanhola Rocío Sánchez Estepa, campeã do mundo universitária de karaté. Entre as modalidades representadas incluem-se o andebol, atletismo, hóquei em patins, futebol, judo, voleibol, remo e ténis.

Lançado oficialmente esta quarta-feira, o calendário tem um custo de cinco euros e pode ser adquirido nas instalações da Universidade do Minho ou através da página da Prozis. As receitas obtidas com as vendas revertem a favor do Fundo Social de Emergência da U.Minho, uma iniciativa da associação académica da instituição minhota que, à semelhança do que acontece na U.Porto, se destina a estudantes com dificuldades económicas.

Nas três edições anteriores, o calendário permitiu amealhar cerca de 18 mil euros, que serviram para financiar centenas de estudantes.

Mais informações aqui.