Artur Santos Silva é o novo Presidente do Conselho Geral da U.Porto

Artur Santos Silva recebeu o título de Doutor Honoris Causa da U.Porto a 30 de novembro de 2010, por proposta da Faculdade de Belas Artes.

Artur Santos Silva foi hoje eleito pelos seus pares como Presidente do Conselho Geral da Universidade do Porto, naquela que foi a primeira reunião do próximo mandato de quatro anos deste órgão de governo da U.Porto.

A eleição decorreu após a tomada de posse das seis personalidades da sociedade civil cooptadas para completarem o novo quadro de 23 membros do Conselho Geral, após as recentes eleições que determinaram os nomes dos representantes de professores, investigadores e funcionários não docentes que compõem o Conselho Geral.

Os 23 lugares do Conselho Geral da U.Porto distribuem-se pelos 12 representantes dos docentes e investigadores, um representante dos não docentes e não investigadores e quatro representantes dos estudantes, aos quais se juntam as seis personalidades externas cooptadas pelos membros eleitos.

É deste grupo de personalidades externas à Universidade que é obrigatoriamente eleito o Presidente do Conselho Geral, uma honra que coube este ano a Artur Santos Silva. O gestor que já serviu como Presidente do Conselho Geral da Universidade de Coimbra sucede assim ao Juiz Conselheiro Alfredo José de Sousa, que desempenhou as mesmas funções durante os últimos quatro anos.

Artur Santos Silva desenvolveu a maior parte da sua carreira profissional como presidente da Comissão Executiva e do Conselho de Administração do BPI. Contudo, é a sua extensa atividade cívica, particularmente no apoio às artes e à cultura, que Artur Santos Silva mais se destaca na sociedade portuguesa e que justificou a atribuição do título de Doutor Honoris Causa por proposta da Faculdade de Belas Artes da U.Porto. Do seu longo currículo destaca-se ainda a presidência da Fundação Calouste Gulbenkian, da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República ou da “Porto – Capital Europeia da Cultura 2001”.

A Artur Santos Silva juntaram-se hoje, como novos membros cooptados do Conselho Geral da Universidade do PortoFrancisca Carneiro Fernandes, presidente do Conselho de Administração da Teatro Nacional São João EPE, José António de Sousa Lameira, Juiz Conselheiro que presidiu ao Tribunal da Relação do Porto de 2010 a 2015, Maria Geraldes, membro do Órgão de Acompanhamento das Dinâmicas Regionais do Norte da CCDR-N e antiga presidente do Instituto Português da Juventude (2004-2007), Pedro Silva Dias, Presidente do Conselho Diretivo da Agência para a Modernização Administrativa, e Sérgio Guedes Silva, consultor das Nações Unidas no World Food Programme e presidente da associação G.A.S. Porto – Grupo de Ação Social do Porto.

Recorde-se que o Conselho Geral é um dos três órgãos máximos de governo da Universidade do Porto, cabendo-lhe a definição do desenvolvimento estratégico, bem como a orientação e a supervisão da instituição. Entre as suas competências está a eleição do Reitor da Universidade e a aprovação da fixação do valor das propinas, do plano e relatório de atividades anuais consolidados, dos planos estratégicos de médio prazo da Universidade e das suas Faculdades e das linhas gerais de orientação da instituição no plano científico, pedagógico, financeiro e patrimonial.