Artigo do i3S em destaque na revista de Endocrinologia mais citada

Os três primeiros autores, Miguel Melo, Adriana Gaspar da Rocha e João Vinagre com a última autora do artigo, Paula Soares.

A revista The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism (JCEM) foi recentemente considerada a publicação científica mais citada a nível mundial na categoria «Endocrinologia e Metabolismo» e o seu quinto mais citado artigo da história tem entre os seus principais autores investigadores do i3S – Instituto de Investigação e Inovação em Saúde/Ipatimup e da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP).

Em 2016 a revista teve 76 mil citações relativas a artigos publicados em 2014 e 2015 e, para celebrar, divulgou o «Top Ten» dos artigos mais citados no JCEM . Entre eles está então o artigo TERT promoter mutations are a major indicator of poor outcome in differentiated thyroid carcinomas, assinado por Miguel Melo, Adriana Gaspar da Rocha, João Vinagre, Valdemar Maximo, Manuel Sobrinho Simões e Paula Soares, entre outros.

«Pela nossa parte, ficámos muito orgulhosos pelo nosso artigo ter sido o quinto artigo mais citado dos artigos do JCEM e o artigo original classificado em primeiro lugar, já que os quatro artigos que o precedem são artigos com guidelines, que naturalmente recolhem mais citações», explica o primeiro autor do artigo, o investigador Miguel Melo, do i3S/Ipatimup e do Serviço de Endocrinologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.

Segundo a investigadora do i3S/Ipatimup, Paula Soares, que liderou a equipa de investigação, «trata-se de um trabalho que estudou uma alteração genética – mutação no promotor do TERT – em carcinomas da tiroide. O estudo permitiu identificar esta alteração como um importante marcador de prognóstico, estando associada a tumores mais agressivos, com mais metástases e com maiores taxas de mortalidade. Estes resultados ajudam a identificar os doentes com doença mais agressiva, permitindo um tratamento mais rigoroso deste grupo».

Este artigo resulta de uma colaboração entre várias instituições, nomeadamente o i3S/Ipatimup, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, Hospital de S. João, IPO- Porto, Hospital Pedro Hispano, Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, IPO-Coimbra, IPO-Lisboa, Faculdade de Ciências Médicas – Universidade Nova de Lisboa e a Faculdade de Medicina da Universidade de Santiago de Compostela.