Apoio da U.Porto a estudantes com deficiência é caso de estudo

O apoio prestado pela Universidade do Porto aos estudantes com deficiência será usado como estudo de caso na Assembleia da República. Alice Ribeiro, coordenadora do Gabinete de Apoio ao Estudante com Necessidades Especiais da U.Porto, foi convidada para ser uma das oradoras da conferência “Inclusão no Ensino Superior” organizada pelo Grupo de Trabalho de Educação Especial da Comissão Parlamentar de Educação e Ciência.

A decorrer na manhã do dia 16 de maio, quarta-feira, na própria Assembleia da República, a conferência contará com representantes de todos os partidos com assento parlamentar, académicos, especialistas e público convidado, com o intuito de debater formas de melhorar a inclusão de estudantes com necessidades educativas especiais nas universidades e politécnicos portugueses.

A intervenção de Alice Ribeiro será precisamente dedicada aos “Modelos e Práticas de Inclusão no Ensino Superior” atualmente em vigor em Portugal. Antes da representante da U.Porto, será a vez da Coordenadora do Núcleo de Apoio ao Estudante da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Lília Aguardenteiro Pires, dar uma perspetiva histórica sobre “Processo de Inclusão no Ensino Superior nos últimos 30 anos”.

Estes testemunhos servirão de base para o debate posterior entre participantes e deputados da Assembleia da República, com o objetivo de recolher contributos para novas iniciativas legislativas que promovam e ampliem a inclusão de estudantes com necessidades especiais no Ensino Superior. Um debate cuja síntese será feita pela deputada Manuela Tender, Coordenadora do Grupo de Trabalho da Educação Especial da Assembleia da República, no encerramento dos trabalhos.

As inscrições para participação nesta conferência ainda se encontram abertas, podendo ser realizada online.

Recorde-se que o Gabinete de Apoio ao Estudante com Necessidades Especiais da U.Porto, criado em 2000 com a designação Serviço de Apoio ao Estudante com Deficiência, tem por objetivo missão prestar apoio técnico-pedagógico aos estudantes com deficiência ou Necessidades Educativas Especiais (NEE), assegurando as condições indispensáveis ao seu sucesso académico.

O Gabinete tem entre as suas competências a missão de zelar pela aplicação efetiva e uniforme do Estatuto do Estudante com Necessidades Educativas Especiais na U.Porto, promover a promover a acessibilidade em toda a Universidade – de edifícios a sistemas de gestão de informação e de aprendizagem e sítios institucionais  – e produzir, identificar e disponibilizar informação acessível a todos os estudantes.

Mais informações sobre os serviços prestados e formas de contato disponíveis em www.up.pt/gaenee.