Alumnus da FAUP vence Prémios Novos 2015 na categoria de Arquitetura

Paulo Moreira

Paulo Moreira venceu o Prémio IHRU, em 2014 e o Prémio Fernando Távora, em 2012 (Foto: DR)

O arquiteto Paulo Moreira, antigo estudante da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP), venceu a categoria ‘Arquitetura’ dos Prémios Novos 2015, que visam “distinguir os novos talentos de nacionalidade portuguesa até aos 35 anos, reconhecer o seu protagonismo, atividade e mérito em diferentes áreas da cultura, ciência ou sociedade”.

Criados em 2013, os Prémios Novos distinguem, anualmente, os talentos emergentes com nacionalidade portuguesa e menos de 35 anos em 15 categorias – Cinema, Literatura, Artes Plásticas, Arquitetura, Teatro, Televisão, Inovação, Gastronomia, Jornalismo, Criatividade, Ciência, Moda, Internet e Música – cada uma com três nomeados e vários jurados.

A cerimónia de entrega dos prémios decorreu a 6 de maio, na Fundação Calouste Gulbenkian. Na categoria Arquitetura estavam nomeados, a par de Paulo Moreira, os também antigos estudantes da FAUP Mariana Pestana e Gui Castro Felga, Pedro Figueiredo e Isabel Pimenta, com o projeto Worst Tours (ver vídeo em baixo).

Licenciado pela FAUP em 2005, Paulo Moreira é doutorando na Sir John Cass Faculty of Art, Architecture and Design, London Metropolitan University (onde concluiu o Mestrado em 2009) desde 2010. Estagiou ainda com Herzog & de Meuron em 2003/04 e estudou com Peter Zumthor na Accademia di architettura di Mendrisio em 2002/03.

O Prémio Novos 2015 junta-se a várias outras Bolsas e Prémios internacionais conquistados pelo arquiteto portuense no seu ainda curto percurso. Entre eles incluem-se o Prémio IHRU em 2014, o Prémio Fernando Távora em 2012 (Ordem dos Arquitetos – Secção Regional do Norte), o Prize for Social Entrepreneurship em 2009 (The Cass School of Architecture, London Metropolitan University) ou o Noel Hill Travel Award em 2009 (American Institute of Architects – UK Chapter).