Algoritmo evolucionário made in INESC TEC ganha reputação internacional

Vladimiro Miranda (à esquerda) foi quem desenvolveu originalmente o algoritmo, agora adaptado por Phillipe Vilaça, que conseguiu o 3º lugar.

O método de otimização denominado EPSO (Evolutionary Particle Swarm Optimization), originalmente concebido por Vladimiro Miranda, Diretor Associado do INESC TEC e professor na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), e impulsionado por Leonel Carvalho, investigador do INESC TEC, volta a triunfar internacionalmente.

Depois de ganhar nos últimos anos as competições internacionais da PES – Power and Energy Systems do IEEE, o algoritmo voltou a afirmar-se na competição da CIS – Computational Intelligence Society do IEEE, conseguindo um terceiro lugar, de acordo com o anúncio feito no WCCI 2018World Congress on Computational Intelligence, que este ano decorreu em São Paulo, Brasil.

Foi Phillipe Vilaça Gomes, investigador do INESC TEC e aluno de doutoramento da FEUP, quem desenvolveu a variante original do EPSO que conseguiu a 3.ª posição na competição internacional.

“A solução tecnológica ‘made in INESC TEC’ contribui, assim, para incrementar o prestígio da ciência e engenharia portuguesas, ao ser dominante nas exigentes provas destas competições internacionais” afirma Vladimiro Miranda.

O EPSO tem acumulado vitórias em sucessivas competições, na sua forma original ou em variantes e híbridos, estando já anunciado que a equipa Leonel Carvalho / Vladimiro Miranda está no top 3 da nova competição do IEEE PES, cujo resultado final será anunciado no final de julho.