“A Encomenda” em exibição na Fundação Marques da Silva

A Encomenda 300x200

A curta-metragem retrata a pequena casa de fim-de-semana desenhada e construída por Raúl Hestnes Ferreira em Albarraque.

Como forma de assinalar a edição de 2016 do Dia Internacional dos Museus, que tem por tema “Museus e Paisagens Culturais”, a Fundação Marques da Silva (FIMS) vai exibir no próximo dia a 18 de maio, a curta-metragem “A Encomenda”, da autoria de Manuel Graça Dias.

Realizada em 2013, esta curta-metragem dá a conhecer a pequena casa de fim-de-semana desenhada e construída por Raúl Hestnes Ferreira em Albarraque, entre 1959 e 1961, para o seu pai, o poeta José Gomes Ferreira. Projetada no início da carreira do autor, a obra surgiu após a estadia de dois anos de Hestnes Ferreira na Finlândia e traduz a vontade de fazer uma nova arquitetura, estando bastante presente a influência de Alvar Aalto, particularmente sentida na arquitetura portuguesa do pós-guerra e partilhada por diferentes gerações de arquitetos, de Fernando Távora a Siza Vieira.

“A Encomenda” foi realizada no âmbito do projeto Ruptura Silenciosa, coordenado por Luís Urbano, e surge acompanhada de uma entrevista realizada a Raúl Hestnes Ferreira, que marcará presença na exibição. A iniciativa encerra com uma conversa informal entre Manuel Graça Dias, Luís Urbano e Patrícia Miguel, autora de um artigo sobre a viagem de Hestnes Ferreira à Escandinávia em 1957.

Com esta iniciativa, a Fundação Marques da Silva assinala também o ano em que passam 40 anos sobre o falecimento de Alvar Aalto.

A sessão tem início às 21h30, na Casa-Aelier da FIMS.

A entrada é livre, estando sujeita apenas à lotação do espaço.