50 anos de pintura de Domingos Pinho na Casa Museu Abel Salazar

PINHO, Domingos, Crítico Desconcertado, 2006, óleo s/tela, 89 x 116 cm

PINHO, Domingos, Crítico Desconcertado, 2006, óleo s/tela, 89 x 116 cm

Caminhos de um percurso – 1965/2015 é o título da exposição de pintura de Domingos Pinho que estará patente na Casa-Museu Abel Salazar (CMAS), em S. Mamede de Infesta, de 10 de outubro a 19 de dezembro de 2015.

Segundo Fátima Marinho, Vice-reitora da Universidade do Porto “…Domingos Pinho parece preconizar a máxima que afirma que só se fala de pintura pintando. A sua obra será assim melhor compreendida quando vista no seu conjunto, na sua infindável variação formal e conceptual e alheia à tentação de definição e circunscrição do discurso crítico.”

Nos 50 anos de pintura que agora se apresentam, incluem-se três décadas ao serviço da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP). Este percurso de docência de Domingos Pinho, no seu encontro com as novas gerações, parece ter produzido efeitos na própria produção artística, resultando numa obra que não cessa de se reinventar.

A inauguração da exposição terá lugar no dia 10 de outubro, pelas 17h00, na Casa-Museu Abel Salazar.

A entrada é livre.